LITERATURA INFANTOJUVENIL


UMA PIRATA ESCRITORA E SEU PAPAGAIO DIGITADOR

Ambrosina é uma pirata muito moderna, navega todos os dias em um navio super-equipado. Ela também navega todos os dias na internet em busca de inspiração, pois seu sonho é ser escritora. Para facilitar sua vida marujante, comprou um laptop, que ela não consegue usar direito, pois o gancho de sua mão direita enroscava no teclado e ela acabava esvencredo tduo errrrrado.

 

Um dia, em alto mar, durante uma enorme tempestade, salvou um papagaio. Ele era mudo - mudinho da silva. E ele, por gratidão, tornou-se seu fiel escudeiro, ou melhor, seu fiel co-autor, pois mesmo sem poder falar o papagaio dava seus palpites nos textos de Ambrosina.

 

Certo dia, em noite de lua cheia, ela acordou de madrugada muito, mas muito, disposta a escrever uma história e sem demora foi acordar o papagaio:

 

(Mas como é nome dele? Não se acorda ninguém de madrugada sem ao menos saber seu nome).

 

- GRRRRR!!

 

- Ei papagaio qual é o seu nome?

 

- GRRRRR!! (foi até o laptop e escreveu: - nunca tive nome e nunca tinha pensado nisso e naquela hora da madrugada não era hora de fazer uma pergunta tão difícil!).

 

- Como não? Eu não quero ter um... um...um... secretário sem nome.

 

(A essa altura o papagaio já tinha dado tanto palpites em suas histórias que ela sabia que ele não era um simples secretário, mas ficou quieta, pois queria ficar famosa sozinha).

 

- GRRRRR!!

 

- Acho que não podemos continuar a trabalhar sem antes escolher um nome para você. Pois todo escrit (ops!) papagaio que se preze, tem nome e sobrenome.

 

(Ele teclou) - Estou com sono, pense nisso, você!

 

- Acorde! Eu ordeno!

 

(Ele que não era bobo, percebeu que ela não ia dar sossego. Levantou-se e foi até o computador novamente e teclou):

 

VENDAVAL DE ASSIS BARBOSA

APÓS A TEMPESTADE

RESGATADO EM ALTO MAR

 

(Olhou para cara dela, percebeu que não gostou e rapidamente começou a deletar)

 

VENDAVAL DE ASSIS BARBOSA

APÓS A TEMPESTADE

RESG

 

(lembrou das últimas novelas de TV que assistiu quando ainda estava em terra firme e arriscou de novo):

 

MEL DOCE MEL

SOL ARDENTE

 

(o olhar dela não era de aprovação. E nem era preciso dizer nada):

 

MEL DOCE MEL

SOL ARD

 

(deletou tudo. Ele começava a ficar irado, mas se controlou e tentou mais uma vez):

 

NEON AZUL RELUZENTE HÁ MIL MILHAS (fechou os olhos, respirou fundo e aguardou...)

 

- Perfeito, adoro brilho! Ter um papagaio com esse nome deve dar sorte (e também destaque!).

 

(Ele nem acreditou na reação dela, pensou que ela iria implicar com a cor azul, afinal ele é verde. Pensou que ela iria achar muito grande, mas ela não disse nada - UFA!).

 

- Vamos a minha história (disse a Pirata Ambrosina).- Escreva:

 

Era uma vez (Há muitos anos...)

Em um mar muito distante (No Oceano Pacífico)

Existia uma família de piratas (Existia uma família de papagaios)

Eles tinham diversos filhos (Eles tinham diversos filhotes), mas um deles  era especial, eu! (Mas um deles era especial, eu!)

Esse filho (Esse filhote) era muito sonhador (Era muito sonhador).

...................................................................................

 

 

Assim foram até raiar o dia e pelo longo da vida, um pirateando a idéia do outro. Deve ser daí que veio a expressão pirataria. Bom, mas isso é outra história...

 

Você deve estar perguntando: como acabou essa história?

 

R: não sei, mas mesmo sem ter lido o texto no computador, Ambrosina descobriu que o papagaio NEON AZUL RELUZENTE HÁ MIL MILHAS era seu talismã e que não poderia viver sem ele, por isso em todos os lugares que ela ia, lá estava ele no seu ombro como um “papagaio de pirata”. Este, porém era silencioso e obediente (quem quiser que acredite nisso).

   364 Leituras


Saiba Mais





Próximo Ítem

author image
FÉRIAS MUITO ESPECIAIS
Março/2006

Ítem Anterior

author image
OS TALISMÃS NA LITERATURA INFANTIL UNIVERSAL
Dezembro/2005



author image
SUELI BORTOLIN

Doutora e Mestre em Ciência da Informação pela UNESP/ Marília. Professora do Departamento de Ciências da Informação do CECA/UEL - Ex-Presidente e Ex-Secretária da ONG Mundoquelê.