BIBLIOCONTOS


A MOSCA DA CULTURA

Há os insetos. Segundo a Wikipedia os insetos formam o grupo de animais mais diversificado existente na Terra. Estima-se que existam de 5 a 10 milhões de espécies diferentes, sendo que quase 1 milhão destas espécies já foram catalogadas. Basicamente, os insetos podem ser encontrados em quase todos os ecossistemas do planeta, mas só um pequeno número de espécies se adaptou à vida nos oceanos. Portanto, a maioria gosta de terra seca e de estar próximo da vida humana. Embora existam aproximadamente 5 mil espécies de Odonata (libelinhas), 20 mil de Orthoptera (gafanhotos e grilos), 170 mil de Lepidópteros (borboletas), 82 mil de Hemipteros (percevejos e afídeos), 350 mil de Coleópteros (besouros), 110 mil de Hymenópteros (abelhas, vespas e formigas), e 120 mil de Dípteros (moscas), é neste último agrupamento que pode haver exceção, ou seja a mosca cultural. Certa vez, em uma família de moscas letradas (espécimes que pentelham escritores, escultores, compositores e artistas em geral), o mosquitinho pergunta à sua mãe:

 

-- Querida mamãe, eu posso ir ao teatro?

 

A mãe sabendo da importância cultural para sua cria logicamente autoriza com as recomendações de praxe:

 

-- Amado filhotinho, pode ir, mas tenha cuidado com as palmas.

 

Outro mosquitinho - irmão do primeiro - também aproveita a oportunidade e pergunta à sua mãe:

 

-- Querida mamãe, eu posso ir à biblioteca?

 

A mamãe mosca também faz as recomendações:

 

-- Amado filhotinho, pode ir mas não fique irritando os leitores, e nem vadiando entre as estantes de revistas.

Autor: Fernando Modesto

   28 Leituras


author image
FERNANDO MODESTO

Bibliotecário e Mestre pela PUC-Campinas, Doutor em Comunicações pela ECA/USP e Professor do departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP.