BIBLIOCANTOS


LOUVAÇÃO/DOCUMENTAÇÃO

 

Louvação

 

Composição: Gilberto Gil

 

Vou fazer a louvação - louvação, louvação

Do que deve ser louvado - ser louvado, ser louvado

Meu povo, preste atenção - atenção, atenção

Repare se estou errado

Louvando o que bem merece

Deixo o que é ruim de lado

 

E louvo, pra começar

Da vida o que é bem maior

Louvo a esperança da gente

Na vida, pra ser melhor

Quem espera sempre alcança

Três vezes salve a esperança!

 

 

Louvo quem espera sabendo

Que pra melhor esperar

Procede bem quem não pára

De sempre mais trabalhar

Que só espera sentado

Quem se acha conformado

 

Vou fazendo a louvação - louvação, louvação

Do que deve ser louvado - ser louvado, ser louvado

Quem 'tiver me escutando - atenção, atenção

Que me escute com cuidado

Louvando o que bem merece

Deixo o que é ruim de lado

 

Louvo agora e louvo sempre

O que grande sempre é

Louvo a força do homem

E a beleza da mulher

Louvo a paz pra haver na terra

Louvo o amor que espanta a guerra

 

Louvo a amizade do amigo

Que comigo há de morrer

Louvo a vida merecida

De quem morre pra viver

Louvo a luta repetida

Da vida pra não morrer

 

Vou fazendo a louvação - louvação, louvação

Do que deve ser louvado - ser louvado, ser louvado

De todos peço atenção - atenção, atenção

Falo de peito lavado

Louvando o que bem merece

Deixo o que é ruim de lado

 

Louvo a casa onde se mora

De junto da companheira

Louvo o jardim que se planta

Pra ver crescer a roseira

Louvo a canção que se canta

Pra chamar a primavera

 

Louvo quem canta e não canta

Porque não sabe cantar

Mas que cantará na certa

Quando enfim se apresentar

O dia certo e preciso

De toda a gente cantar

 

E assim fiz a louvação - louvação, louvação

Do que vi pra ser louvado - ser louvado, ser louvado

Se me ouviram com atenção - atenção, atenção

Saberão se estive errado

Louvando o que bem merece

Deixando o ruim de lado

Documentação

 

Versão: Fernando Modesto

 

Vou fazer a organização, organização, organização

Do que deve ser organizado – ser organizado, ser organizado

Meu povo que carece informação – informação, informação

Acesse ao que for necessitado

Organizando o que bem merece

Deixo o usuário valorizado

 

E promovo, pra começar

A bibliotecária que é bem maior

Promovo o livre acesso pra gente

Na biblioteca, ser sempre melhor

Quem busca lá sempre alcança

Três vezes indexe a fonte lembrança!

 

Catalogo quem está escrevendo

Que pra melhor recuperar

Esse bem quem se depara

De sempre mais armazenar

Que só espera ser consultado

Por quem se acha desorientado

 

Vou fazer a catalogação, catalogação, catalogação

Do que deve ser tratado – ser tratado, ser tratado

Quem tiver me buscando – informação, informação

Que escute este anunciado

Entrando na biblioteca que merece

Deixo tudo do seu agrado

 

Catalogo agora e catalogo sempre

O que importante sempre é

Catalogo a história do homem

E a poesia da mulher

Catalogo o ar pra viver na terra

Catalogo o amor que a alma encerra

 

 

Catalogo a mensagem do amigo

Que comigo não irá se perder

Catalogo a vida recém-nascida

Que a história irá fazer

Catalogo a labuta pesquisa

Dar vida pra novo conhecer

 

Vou fazendo a indexação – indexação, indexação

Do que deve ser indexado – ser indexado, ser indexado

A todos forneço informação – informação, informação

Regalo documentos tratados

Indexando o que bem merece

Deixo o conhecer enfim acessado

 

Faço da Biblioteca onde se consulta

De assunto à companheira

Trato o jardim que se planta

Florescer saber sem fronteira

Trato a documentação que suplanta

Pra encontrar assevera

 

Catalogo quem canta e declama

Porque é bem a registrar

Mas se declamará na certeza

Indexando enfim vai encontrar

O dado certo e preciso

E a toda gente encantar

 

E assim fiz a organização – catalogação, indexação

Do que vi ser tratado – ser disseminado, ser recuperado

Se me consultarem sobre informação – organização, documentação

Saberão do trabalho sistematizado

Indexando o bem que merece

Deixando o usuário informado

 

Autor: Fernando Modesto

   29 Leituras


author image
FERNANDO MODESTO

Bibliotecário e Mestre pela PUC-Campinas, Doutor em Comunicações pela ECA/USP e Professor do departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP.