BIBLIOCONTOS


POR DENTRO DOS LIVROS DA BIBLIOTECA

Um colega bibliotecário, certa vez, me contou sobre as curiosidade do setor de circulação e empréstimo da biblioteca. Normalmente, responsável pelo empréstimo e devolução dos materiais retirados pelos usuários, tem um procedimento rotineiro, porém importante para a conservação do acervo da biblioteca – verificar as condições físicas do material. E, neste sentido, relatou coisas estranhas encontradas entre as páginas de livros emprestados e, também, nas obras consultadas internamente. E relacionou algumas destas coisas, como:

·         Fatia de bacon frito (provavelmente um marcador de livro aproveitado de algum lanche);

·         Uma camisinha desenrolada e não usada (certamente, a leitura foi mais prazerosa e segura);

·         Uma nota de $ 50,00 reais (falsa);

·         Uma nota de $ 100,00 dólares (falsa);

·         Uma nota de $ 1.000,00 bolívares venezuelano (melhor as notas falsas);

·         Um baseado (não consumido);

·         Uma carta de amor para a Rosely;

·         Fotos antigas com carimbo de museu;

·         Extrato bancário;

·         OB não utilizado;

·         Espaguete;

·         Folha de Alface (aproveitado de algum lanche com bacon);

·         Corrente (de metal);

·         Barra de chocolate (esfarelado);

·         Mecha de cabelo;

·         Meia de seda;

·         Fio dental;

·         Um par de cílios postiços;

·         Cartão de crédito (vencido);

·         Cédula de identidade da Marlene;

·         Ticket do metrô;

·         Comprovante de pagamento de motel;

·         Calcinha vermelha;

·         Folha de cheque sem fundo (devolvido pelo banco);

·         Guardanapo com dedicatória para a Conceição;

·         Cartão de Natal;

·         Moeda de $ 1 real;

·         Cotonetes (marcando os capítulos);

·         Tiara de pano;

·         Boleto do Conselho (pago);

·         Carnê das Casas Bahia;

·         IPVA;

·         Comprovante de Multa;

·         Registro de Casamento (Sônia e Céu, 1960).

Enfim, os livros são, de alguma forma, uma espécie de confidente de nossas lembranças, segredos e desatenção.

Autor: Fernando Modesto

   35 Leituras


author image
FERNANDO MODESTO

Bibliotecário e Mestre pela PUC-Campinas, Doutor em Comunicações pela ECA/USP e Professor do departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP.