BIBLIOCANTOS


QUE FIM LEVARAM TODAS AS FLORES?/QUE FIM LEVARAM TODOS OS LEITORES?

 

Que Fim Levaram Todas As Flores?

Secos e Molhados

 

Que fim levaram todas as flores

Que o preto velho me contava?

Que fim levaram todas as flores

Que a rainha louca não gostava?

 

Que a lapela morta carregava,

Que olhar de todos me lembrava,

Que fim levaram todas as flores

Que qualquer coisa não estragava?

 

Em qualquer dia que podia,

Com grande amor e alegria,

Que fim levaram todas as flores

Que a criança as vezes me pedia?

 

La la la la....

 

Que a lapela morta carregava,

Que o olhar de todos me lembrava,

Que fim levaram todas as flores

Que qualquer coisa não estragava?

 

Em qualquer dia que podia,

Com grande amor e alegria,

Que fim levaram todas as flores

Que a criança as vezes me pedia?

 

Que fim levaram todas as flores

Que a criança as vezes me pedia?

Que fim levaram todas as flores?

Que Fim Levaram Todos os Leitores?

Versão Fernando Modesto

 

Que fim levaram todos os leitores

Que o acervo velho consultava?

Que fim levaram todos os leitores

Que a bibliotecária rouca clamava?

 

Que a biblioteca ansiosa aguardava,

Que olhar de todos procurava

Que fim levaram todos os leitores

Que qualquer coisa contentava?

 

Em qualquer dia que pedia,

Com grande acesso pegava e lia,

Que fim levaram todos os leitores

Que a mudança trouxe na tecnologia?

 

La la la la....

 

Que a biblioteca ansiosa aguardava,

Que olhar de todos procurava

Que fim levaram todos os leitores

Que qualquer coisa contentava?

 

Em qualquer dia que pedia,

Com grande acesso pegava e lia,

Que fim levaram todos os leitores

Que a mudança trouxe na tecnologia?

 

Que fim levaram todos os leitores

Que a mudança trouxe na tecnologia?

Que fim levaram todos os leitores?

 

Autor: Fernando Modesto

   66 Leituras


author image
FERNANDO MODESTO

Bibliotecário e Mestre pela PUC-Campinas, Doutor em Comunicações pela ECA/USP e Professor do departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP.