BIBLIOCANTOS


OS ALQUIMISTAS ESTÃO CHEGANDO

 

Os alquimistas estão chegando

Jorge Benjor

 

Eles são discretos e silenciosos

 

Moram bem longe dos homens

                                                  

 

Escolhem com carinho a hora

 

E o tempo de seu preciso trabalho

 

São pacientes, pacivos e perceverantes

 

 

Executam, segundo as regras herméticas

 

Desde a trituração à fixação

 

A destilação e a coagulação

 

Trazem consigo cadinhos

 

 

Vasos de vidro, potes de louça

 

Todos bem e iluminados

 

Evitam qualquer relação com pessoas

                

De temperamento sórdido

                

De temperamento sórdido

 

Estão chegando os alquimistas

 

Os alquimistas estão chegando

 

Estão chegando os alquimistas

 

Os alquimistas estão chegando

 

Os biblioteconomistas estão chegando

Fernando Modesto

 

Eles são discretos e silenciosos

 

Atuam pro conhecimento dos homens

 

Acolhem ciosos sem demora

 

Consulente de seu preciso trabalho

 

São pacientes, construtivos e perseverantes

 

Executam, segundo as regras herméticas

 

Desde a aquisição à catalogação

 

A classificação e a indexação

 

Trazem consigo em códigos

 

Suporte escrito, base bibliográfica

 

Saberes iluminados

 

Criam qualquer conexão com pessoas

 

De conhecimento pródigo

 

De conhecimento pródigo

 

Estão chegando os biblioteconomistas

 

Os biblioteconomistas estão chegando

 

Estão chegando os biblioteconomistas

 

Os biblioteconomistas estão chegando

 

 

 

Autor: Fernando Modesto

   23 Leituras


author image
FERNANDO MODESTO

Bibliotecário e Mestre pela PUC-Campinas, Doutor em Comunicações pela ECA/USP e Professor do departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP.