GERAL


NA ÁFRICA DO SUL, BIBLIOTECA JAGGER TEM GRANDE PARTE DO ACERVO DESTRUÍDO POR INCÊNDIO


Biblioteca abriga uma coleção de obras africanas única no mundo com diversos estudos sobre o apartheid e pinturas indígenas do século 19

Um incêndio que começou no domingo (18) no Parque Nacional de Table Mountain, na África do Sul, destruiu grande parte da coleção da importante Biblioteca Jagger. Localizada na Universidade da Cidade do Cabo (UCT), a biblioteca abriga uma coleção de obras africanas única no mundo. São mais de 65 mil volumes, 26 mil folhetos e cartazes, 20 mil peças audiovisuais, três mil filmes africanos e milhares de manuscritos e arquivos sonoros. Grande parte desse acervo foi destruído pelas chamas junto com manuscritos e mapas, cartazes históricos, estudos contra o apartheid, teses de doutorado e aquarelas da fauna e flora desde 1881 pintadas por indígenas. Em comunicado publicado na página da universidade, a vice-reitora Mamokgethi Phakeng, mostrou otimismo. "Não podemos substituir os tesouros da bolsa de estudos que perdemos, mas podemos criar novos tesouros. Da mesma forma, cada um de nós pode reconstruir nosso próprio senso de propósito a partir dessa tragédia", disse. De acordo com o El País, além da biblioteca, outros prédios do campus da universidade também foram atingidos e os alunos foram retirados em segurança.


Fonte: PUBLISHNEWS, REDAÇÃO, 22/04/2021
Divulgado por Valéria Gauz

   71 Leituras


Sem Próximos Ítens

Ítem Anterior

author image
DE QUE SÃO FEITAS AS FAKE NEWS
Abril/2021



author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.