TEXTOS TEMPORÁRIOS


  • Textos Temporários

CONTRACORRENTE

Uma vez, no final de uma palestra, quando os debates foram abertos e o sistema de participação de platéia incluía perguntas por escrito, recebi um bilhete assinado conjuntamente por uma dupla de professoras.

Antes de fazerem a pergunta, elas se apresentavam, contavam que já tinham assistido a outras palestras minhas e que gostavam de me ouvir, por eu ser contra a corrente. Pelo menos foi o que eu entendi do bilhete, escrito a mão. Mas confesso que fiquei na dúvida. A letra não era clara e o texto foi escrito às pressas. Podia também ser “contra o corrente”. De qualquer modo, gostei da expressão. E me reconheci com ela.

Sou mesmo contra a corrente. Contra toda e qualquer corrente, aliás. Contra os elos de ferro que formam cadeias e servem para impedir o movimento livre. E contra a correnteza que na água tenta nos levar para onde não queremos ir. No fundo, tenho lutado contra correntes a vida toda. E remado contra a corrente, na maioria das vezes. Quando as maiorias começam a virar avassaladora uniformidade de pensamento, tenho especial prazer em imaginar como aquilo poderia ser diferente. Tenho plena consciência de que poucas vezes me enriqueci tanto intelectualmente quanto nas ocasiões em que ouvi pessoas com quem não concordava ou que abordavam questões a partir de ângulos que nunca me haviam ocorrido, iluminando-as com novas luzes. Se eu me limitasse a deixar que a correnteza me levasse, acabaria acorrentada a ideias recebidas. Assim, aos poucos me fui convencendo de que para ser contra o corrente, a gente passa pelo processo de pensar contra o corrente e experimentar divagar por algumas considerações que me afastam do corriqueiro.”

Autor: Ana Maria Machado
Fonte: MACHADO, Ana Maria. Contracorrente: conversas sobre leitura e política. São Paulo: Ática, 1999.159p. (Prefácio)

   317 Leituras


author image
Seção Mantida por OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.