PRIMEIRA PÁGINA


PARA ESTAR SENDO DEMITIDO


O senhor Gerúndio levou um susto após ler o Diário Oficial do Distrito Federal do dia 1º de outubro de 2007. Num decreto publicado, o governador José Roberto Arruda o demitia. “Art. 1º - Fica demitido o Gerúndio de todos os órgãos do Governo do Distrito Federal. Art. 2º - Fica proibido a partir desta data o uso do gerúndio para desculpa de INEFICIÊNCIA”, diz o texto original. O governador explicou a atitude, por meio de artigo no site de seu partido (Democratas), dizendo que o gerundismo, muito mais que um vício de linguagem, tornou-se uma desculpa burocrática para protelar a realização de medidas efetivas. “Quando as intenções vão sair do papel? Nunca se sabe, porque a mensagem implícita no gerúndio é exatamente essa, a de uma progressão indefinida”, afirma. Arruda garante, no entanto, que seu decreto não demite dos quadros governamentais os funcionários chamados “Aramando” e “Fernando”.

Fonte: Discutindo Língua Portuguesa. v.2, n.9, p.6, 2007

   47 Leituras


Próximo Ítem

author image
MINISTÉRIO DA CULTURA ANUNCIA A CRIAÇÃO DE 631 BIBLIOTECAS
Maio/2008

Ítem Anterior

author image
BOLÍVIA PROMETE ACABAR COM O ANALFABETISMO
Abril/2008



author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.