PRIMEIRA PÁGINA


DE LIVROS E ABRAÇOS


João Augusto

 

Há alguma coisa ali que eles compreendem muito bem: o livro está falando com os bebês. E como conversam os livros, especialmente com as crianças! É que os livros, assim como os pequenos, precisam de companhia, de amigos, de atenção. Sozinhos, não sabem direito pra que servem, para onde vão, com quem podem contar. A lição não é nova, mas vale a pena o refrão: livros desde a mais fresca infância são alimentos para toda a vida. Ajudam no desenvolvimento da linguagem, a explorar diferentes emoções e o mundo ao seu redor, a desenvolver a capacidade intelectual e, se os pais lerem para os filhos, melhor ainda! Aumenta o vínculo afetivo, ajuda-os a relaxar, a conhecer novos sons, novas palavras. E a leitura ainda dá uma força para o filhote dormir mais tranquilo, com sonhos que só o afeto e a literatura podem proporcionar. Ler para as crianças, enfim, é abraçar com palavras.

 

João Augusto é escritor, poeta e editor da Revista Brasil Que Lê.


Fonte: Brasil Que Lê, n. 213, 9 a 15/09/2011

   68 Leituras


Próximo Ítem

author image
MAIS DE 40% DOS ALUNOS ALFABETIZADOS NÃO SABEM LER E ESCREVER
Novembro/2011

Ítem Anterior

author image
DIA DO ARQUIVISTA
Outubro/2011



author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.