GERAL


RENÚNCIA NO CONSELHO EDITORIAL

  • Autor não informado
  • Setembro/2018

Dezenove pesquisadores, na maioria ligados à Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, abandonaram em novembro o conselho editorial da revista Scientific Reports, publicada pelo grupo Springer Nature. A renúncia foi um protesto contra a decisão da revista de não retratar um artigo que descreve um método de identificação de sequências reguladoras de DNA sobre o qual pesa uma acusação de plágio. Segundo o biomédico Michael Beer, da Johns Hopkins, o trabalho reproduz de forma disfarçada trechos de um artigo de sua autoria publicado em 2014 na PLOS Computational Biology e apresenta equações idênticas às que ele desenvolveu para o algoritmo de um software. Em vez de retratar o artigo, a revista optou por republicá-lo, dando mais crédito ao trabalho de Beer. Um dos autores do paper acusado é Liu Bin, do Instituto de Tecnologia Harbin, em Shenzhen, China, que também faz parte do conselho editorial da Scientific Reports

De acordo com Richards White, editor da publicação, “as imprecisões e ambiguidades do artigo não justificam sua retratação”. Steven Salzberg, pesquisador da Universidade Johns Hopkins que conclamou seus colegas a renunciar, diz que ficou muito desapontado com a postura do periódico. “Quando um estudante comete plágio, não lhe damos a chance de revisar e republicar seu trabalho. Ele é alvo de sanções disciplinares fortes, que podem chegar à expulsão. A Scientific Reports está dando um exemplo muito ruim.

Fonte: Pesquisa FAPESP, ano 19, n. 263, p.10, jan. 2018

   103 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.