GERAL


EM NOVA FRIBURGO, RJ, ÁRVORE DE LIVROS É MONTADA NO CENTRO DA CIDADE

  • Autor não informado
  • Janeiro/2014

Amantes da leitura puderam levar para casa seu livro preferido.
Objetivo da ideia é incentivar a leitura e o sentimento de partilha.

 

Uma árvore que doa livros e espalha o sentimento de partilha. Esse é o espírito do Natal e do projeto que aconteceu neste sábado (21) em Nova Friburgo, Região Serrana do Rio. A “Árvore que dá livros” foi montada pela segunda vez na cidade e novamente arrecadou mais de 1.000 livros que formaram uma árvore de Natal rica em conhecimento e solidariedade. Segundo os organizadores da ideia, o objetivo é incentivar a leitura e aproveitar o clima de partilha característico desta época do ano para trocar os livros que compõem a árvore. Quem participou pode escolher as obras de sua preferência.

 

No ano passado, a árvore foi montada na Praça Marcílio Dias. Segundo a jornalista Scheila Santiago, uma das organizadoras do projeto, a ideia surgiu quando uma amiga viu o projeto em outras cidades na internet e sugeriu aplicá-lo na cidade. “Eu topei na hora. É um incentivo à leitura, além de promover o encontro físico entre as pessoas num momento que parte da humanidade só se encontra virtualmente”, disse Scheila.

 

Outra motivação para quem participa do projeto é o sentimento e o ato de doar. “A questão de trabalhar o hábito de doar livros é doar conhecimento, é dividir com o outro o que um dia serviu pra você. É a oportunidade de qualquer pessoa poder ajudar a montar uma árvore em local público”, destacou Scheila.

 

Luisa Machado, de 18 anos e estudante de jornalismo, está participando do projeto pela segunda vez e a proposta de partilha é o que mais a motivou a participar da ideia. “Nós queremos incentivar a leitura para todas as idades. O mais legal é que qualquer pessoa pode ir lá e pegar um livro. Não necessariamente precisa levar um outro livro para trocar”, explicou, lembrando que o projeto só não arrecada livros didáticos.

 

“Há histórias fantásticas do ano passado que nos encantaram, como uma mulher bem simples que ficou horas lá olhando os livros até escolher os que queria e levar para casa. São os títulos que, por si só, constroem outras histórias. Coisas do Natal...”, contou Scheila, sobre a simplicidade da atitude de doar e ao mesmo tempo poder levar histórias para casa.

 

Livros que sobram

 

Segundo os organizadores do evento, os livros que sobraram foram doados para a Catedral São João Batista e serão utilizados num projeto social que envolve leitura e sopão para famílias carentes.

 

No ano passado, cerca de 600 livros foram doados para o Lar Abrigo Amor a Jesus (Laje), asilo em Nova Friburgo que abriga cerca de 80 internos. Os livros doados para o Laje são utilizados em rodas de leitura com os idosos, projeto de reciclagem e para o sebo do local que vende livros de R$ 2 a R$ 12. Toda a verba é utilizada para a manutenção da casa. O local funciona de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h.

Fonte: Clique Aqui
Divulgado por Rosalvio Startortt – Enviado para “bibliotecários” em 23/12/2013

   2 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.