GERAL


LEITOR ELETRÔNICO AUXILIA DEFICIENTES


Não bastasse reunir bibliotecas inteiras em práticos aparelhos portáteis, os livros digitais também podem auxiliar pessoas com deficiência. O Intel Reader, que acaba de chegar ao mercado, além de fazer tudo o que os outros e-books fazem, é capaz de tirar fotos de paginas de livros, jornais ou revistas e convertê-las em fala para deficientes visuais.

 

O dispositivo, que custa cerca de U$ 1,5 mil, é uma promessa de independência para pessoas que não enxergam ou disléxicas, podendo dar a elas liberdade de ler publicações a que jamais teriam acesso de outra forma. O processo é simples: basta segurar o aparelho em cima da página que se deseja ler, fotografá-la e esperar que o sistema converta as palavras em texto, que pode ser lido em fonte ampliada ou então ouvido.

 

A subsidiária brasileira da Intel diz não ter previsão de quando o leitor será lançado no país.


Fonte: Língua Portuguesa, ano 4, n. 52, p. 9, fev. 2010

   70 Leituras


Próximo Ítem

author image
EUA: JOVEM GRAVA VÍDEO PORNÔ EM BIBLIOTECA DE UNIVERSIDADE
Fevereiro/2015

Ítem Anterior

author image
LEITURA DIGITAL TORNA MAIS DIFÍCIL A ABSORÇÃO DOS DETALHES DE UM TEXTO, DIZ PESQUISA
Janeiro/2015



author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.