PRINCIPAL
COLUNAS
CURIOSIDADES
DESBASTANDO O ACERVO E OUTROS TRECOS DA BIBLIOTECONOMIA
EXPERIÊNCIAS
GENERALIDADES
MERCADO
NOTÍCIAS
TEXTOS
PESSOAL
DISCIPLINAS
CADASTRO
CONTATO
NOTÍCIAS

NO MEIO DO CAMINHO - 2
[18/06/2015]

Raquel Cozer

 

As vendas pela Kobo, parceira da Livraria Cultura no Brasil, correspondem a cerca de 10% do mercado de livros digitais no país. A maior loja de livros digitais, a Amazon, que passa dos 40% desse mercado no Brasil, não informou seus dados de leitura.

 

Embora a Kobo/Cultura represente uma fatia pequena desse mercado, seus dados permitem entender de forma inédita como os livros são lidos, já que não há esse controle para livros impressos.

 

Um best-seller mais longo como “Eternidade por um Fio”, de Ken Follet, com mais de mil páginas, foi completado por apenas 16,8% dos leitores, e um clássico como “O Triste Fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto, por apenas 13,3%. O livro mais completado por leitores da Kobo foi “Perdendo-me”, de Cora Carmack, com 86,5%.

 

(Fonte: )



(Fonte: Folha de São Paulo, p. E-4, 14/03/2015)



Desenvolvido por LLT Hosting & Development © Info Home 2005