GERAL


AMAZONENSE COMPARTILHA INFORMAÇÕES SOBRE BIBLIOTECAS DO MUNDO INTEIRO EM BLOG

  • Autor não informado
  • Julho/2016

Lídia Ferreira Manaus (AM)

 

Bibliotecária já percorreu mais de 400 bibliotecas em aproximadamente 16 países. Blog “Caçadores de Bibliotecas” tem mais de 280 mil visualizações. “Senti a necessidade de mostrar essa diversidade”, diz ela.

 

Quando era criança, a amazonense Soraia Magalhães sonhava em ser caçadora de tesouros. Depois de se formar em biblioteconomia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), continuou a perseguir seu desejo por bens preciosos, os livros. Desde então, virou a blogueira do “Caçadores de biblioteca”, local onde compartilha informações de bibliotecas mundo afora.

 

“Mais que caçadores de bibliotecas, sejamos caçadores de cultura” é o lema da página virtual que tem entre 500 a 800 acessos diários. “Muita gente ainda tem a ideia que biblioteca é só um monte de prateleiras e aquele silêncio absoluto, onde você fica lendo individualmente. Quando a gente estuda Planejamento Bibliotecário, observa que esse conceito mudou bastante. E senti a necessidade de mostrar essa diversidade para as pessoas”, conta Soraia, que hoje é doutoranda em “Formación en la Sociedad del Conocimiento”, na Universidade de Salamanca, na Espanha.

 

De voadeira, de ônibus, de avião, no Amazonas ou na Inglaterra. Não tem limites pessoais ou geográficos para ela, que já percorreu mais de 400 bibliotecas em aproximadamente 16 países. Viajar e fotografar também sempre foram duas paixões, então, reuni tudo isso no blog”, conta.

 

O “Caçadores de biblioteca” contém posts com uma espécie de resenhas de cerca de 200 bibliotecas em diferentes cidades do mundo. O critério usado por ela são bibliotecas públicas. “O conceito desse tipo de biblioteca é atender a todo tipo de público, ter um acervo para necessidade de qualquer pessoa, seja ela Pessoa com Necessidade Especial, estrangeiros, etc. Uma biblioteca particular não tem essa obrigação”, diz. Além disso, informações sobre museus, espaços culturais, entrevistas com bibliotecários engajados e dados sobre o ambiente cultural de cidades do Brasil e outros países também são temas dentro do blog. “Tudo que voltado à cultura, é de nosso interesse”, diz.

 

Entre as preferidas de Soraia, está biblioteca pública de Estocolmo, na Suécia, bem como todo seu sistema bibliotecário; a mais impressionante é Kaisa-Talo, da Finlândia e, entra as mais bonitas para ela está Birmingham, na Inglaterra. O Amazonas não fica de fora: uma biblioteca no Apuí está entre as mais queridas por ela. “Essa no interior é iniciativa de uma senhora. Ela mobiliza a comunidade, é bem organizada e tem um ótimo acervo”, comenta.

 

Os conceitos para uma boa biblioteca, inclusive, são variados. “A organização do espaço, algumas são pensadas justamente para você conversar, usar internet e tomar um café, por exemplo. E, claro, todas têm um acervo sempre atualizada”, diz. Os detalhes de cada biblioteca citada estão em posts no blog.

 

Blog

 

Publicado em 11 de abril de 2010, o blog “Caçadores de Bibliotecas” completou cinco anos com um saldo de mais de 280 mil visualizações e 637 postagens. O total foi de 159 bibliotecas fotografadas e comentadas, bem como informações sobre museus, entrevistas com bibliotecários engajados e dados sobre o ambiente cultural de cidades do Brasil e outros países.

Fonte: Clique Aqui
Divulgado por Aline Ferreira – Enviado para Infohome em 29/06/2016

   13 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.