PRINCIPAL
COLUNAS
CURIOSIDADES
DESBASTANDO O ACERVO E OUTROS TRECOS DA BIBLIOTECONOMIA
EXPERIÊNCIAS
GENERALIDADES
MERCADO
NOTÍCIAS
TEXTOS
PESSOAL
DISCIPLINAS
CADASTRO
CONTATO
NOTÍCIAS

EM VEZ DE EMPRESTAR, BIBLIOTECA AMERICANA IMPRIME LIVROS
[13/09/2007]

João Batista Jr.

Foi-se o tempo em que o usuário de uma biblioteca tinha de fazer seu cadastro para tomar livros emprestados. Agora, vai-se à biblioteca com o livro salvo em um dispositivo digital para imprimi-lo. E de graça. Não é preciso mais devolver a obra depois de ter expirado o prazo de empréstimo, pois, o livro que você quer, depois de impresso, torna-se parte do seu próprio acervo. Pelo menos em Nova York é assim. A maior biblioteca pública da cidade, a New York Public Library's Science, Industry and Business, começou a promover neste verão do Hemisfério Norte uma das maiores revoluções editoriais do mundo: imprime o livro que o público solicita sem cobrar um dólar sequer.

 

Dentro de uma lista de mais 200 mil títulos presentes no Open Content Alliance (Aliança do Conteúdo Aberto), os leitores podem escolher uma obra para ser impressa em formato brochura. Basta chegar com o arquivo salvo em algum dispositivo digital para sair com o livro debaixo dos braços.

 

O caso já tem inspirado outras instituições americanas. As cidades de São Francisco, Nova Orleans, Alberta e Vermont já demonstraram interesse em prestar o mesmo serviço aos usuários de suas bibliotecas públicas.

 

Quer livro? - Para adquirir o livro desejado, basta levá-lo salvo em um dispositivo digital até a biblioteca de Nova York, onde a máquina Espresso Book Maquine imprime o arquivo e dá o acabamento necessário para que fique com a cara dos livros produzidos pelas editoras.

 

Mudanças - O caso pode ser mais um sinal de que o mercado da venda de livros deve passar por mudanças semelhantes às enfrentadas pela indústria fonográfica, a qual mudou sua ordem desde que o Napster, programa criado por Shawn Fanning, entrou na rede para possibilitar a troca de músicas gratuitamente (como hoje o fazem o eMule, o SoulSeek etc.) – chacoalhando o modelo de divulgação e venda de músicas.

 

Em tempo: Mesmo depois de a Justiça ter proibido sua comercialização, em abril, a biografia “Roberto Carlos em Detalhes”, escrita por Paulo Cesar de Araújo, pode ser completamente baixada pela internet.



(Fonte: Portal Gilberto Dimenstein, 06/08/2007)
(Divulgado por Adriana Ornellas – Enviado para “bibamigos” em 07/08/2007)


Desenvolvido por LLT Hosting & Development © Info Home 2005