GERAL


O MST FARÁ CAMPANHA NACIONAL PARA ARRECADAR LIVROS PARA A ENFF

  • Autor não informado
  • Setembro/2007

Dafne Melo

 

“Sem os livros, a educação e a formação dos nossos militantes fica incompleta”, resume Maria Gorete, coordenadora da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), pertencente ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). Por isso, a partir de 1º de agosto, o Movimento irá lançar uma campanha nacional de arrecadação de livros. “Recolheremos não só para a biblioteca da ENFF, mas para todos os centros de formação do Movimento”, conta Gorete. Hoje, ao todo, são 40 os centros existentes, alguns deles com pouquíssimos livros disponíveis. “sabemos que até mesmo nas cidades é difícil termos bibliotecas públicas bem equipadas, então, imagina no campo”, salienta.

 

O acesso à educação, cultura e informação é um dos princípios da pedagogia do MST. Por isso, diz Gorete, é extremamente importante viabilizar o acesso dos acampados e assentados aos livros, desde criança. “Vivemos num país que não tem a cultura da leitura. Então, buscamos mudar isso. Queremos que nossas crianças e jovens já cresçam com o gosto pela leitura, pelo estudo”, completa.

 

A campanha contará com todas as informações necessárias na página do movimento (www.mst.org.br). Gorete adianta que as secretarias regionais e estaduais do MST serão as responsáveis por reunir todas as doações feitas.

 

A biblioteca da ENFF, que hoje conta com19 mil títulos, é um exemplo de construção coletiva. Todo trabalho de catalogação e organização foi feito por voluntários de universidades próximas à Escola (em Guararema, cerca de 60 km de São Paulo). Mesmo antes de toda a estrutura da Escola estar pronta, já havia um espaço destinado para ela, onde já chegavam doações. Em agosto de 2006, ela foi oficialmente inaugurada, em cerimônia que contou com a presença do professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Antonio Candido. “Foi uma fala lindíssima e talvez ele não saiba o quanto nos inspirou e inspira para fazer essa campanha agora”, conta Gorete.

Fonte: Brasil de Fato, p.12, 26 de julho a 01 de agosto de 2007

   12 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.