GERAL


LER LIVROS COM AÇÃO E SEXO ‘GASTA O DOBRO DE CALORIAS’

  • Autor não informado
  • Outubro/2007

BBC Brasil

 

Uma pesquisa realizada no Reino Unido reforçou o antigo princípio da "mente sã, corpo são", ao descobrir que a leitura de um livro recheado de ação e sexo gasta duas vezes mais calorias que ficar parado.

A pesquisa, encomendada pela cadeia de livrarias britânica Borders, comparou as calorias necessárias para se ler diferentes tipos de livros. O resultado foi uma lista das obras que mais ajudam a emagrecer.

Parado, o corpo humano gasta uma caloria por minuto. Mas os cientistas descobriram que livros de aventura, sexo e ação podem até dobrar essa taxa.

A razão, segundo eles, é que as tramas rocambolescas levam o corpo a produzir mais adrenalina, hormônio que reduz o apetite e queima caloria.

"A ciência é clara", disse uma porta-voz da Borders, Caroline Mileham. "E se a idéia pegar, temos de considerar uma seção dedicada aos livros que queimam calorias!"

Lista

Com base nos resultados, os cientistas elaboraram uma lista de livros que mais ajudam a emagrecer.

O topo da lista é ocupado pelo thriller Polo, da escritora britânica Jilly Cooper.

A leitura completa das quase 800 páginas de sexo e escândalos gasta o equivalente a 1,1 mil calorias ou uma refeição completa de Big Mac.

O também volumoso Código da Vinci, de Dan Brown, ficou em segundo na lista.

A trama que enfureceu a Igreja Católica ao especular sobre a existência de um segredo guardado a sete chaves pela alta hierarquia da Cúria consome 885 calorias para ser lida, disseram os cientistas.

Mas leitores menos ambiciosos poderiam ler o O Código Da Vinci por duas horas e degustar uma barra de chocolate - já que teriam gastado 210 calorias na empreitada, segundo a representante da Borders.

"Os livros 'dietéticos' funcionam da mesma maneira que tomar café aumenta o nível de adrenalina. Mas ler uma grande trama não tem os efeitos negativos da cafeína", acrescentou Mileham.

A lista inclui ainda clássicos do suspense, como O Iluminado, de Stephen King, e O Exorcista, de William Peter Blatty.

Fonte: Clique Aqui
Divulgado por Peterson Ticanelli – Enviado para Infohome em 14/06/2007

   14 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.