GERAL


ENGANO DE REVISTA GERA RETRATAÇÃO


A revista Annals of Surgery anunciou a retratação de dois artigos publicados em 2015 que, no entanto, não continham erros ou qualquer evidência de má conduta. A justificativa dos editores é de que os papers haviam sido rejeitados, mas, por engano, acabaram sendo publicados on-line. “Noventa por cento dos manuscritos submetidos à revisão por pares da publicação não são aceitos e isso aconteceu com esses dois artigos”, disse ao site Retraction Watch o editor da revista, Keith Lillemoe, professor da Escola de Medicina de Harvard. “A retratação era a nossa única opção, já que a publicação de artigos de baixa qualidade não seria aceitável.” Rajesh Panwar, autor de um dos artigos retratados e pesquisador do All India Institute of Medical Sciences, em Nova Delhi, queixou-se da postura da publicação. “Não fizemos nada para causar ou facilitar esse erro”, disse, preocupado com o impacto que uma retratação pode causar em sua reputação acadêmica.”Os periódicos devem ter mecanismos rigorosos para prevenir erros como esses, que causam problemas desnecessários aos autores.” Segundo Panwar, a revista havia enviado uma carta rejeitando o trabalho, mas dois meses depois enviou outra, aceitando-o.

 


Fonte: Pesquisa FAPESP, Ano 18, n.260, p.10, out. 2017

   83 Leituras


Próximo Ítem

author image
A SOMBRA DO ASSÉDIO NA INTEGRIDADE DA CIÊNCIA
Dezembro/2017

Ítem Anterior

author image
SETOR DE BIBLIOTECONOMIA E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CRESCE 24% MESMO DURANTE CRISE ECONÔMICA
Novembro/2017



author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.