GERAL


USO DE REDE SOCIAL PIORA ESTADO DE HUMOR DAS PESSOAS, DIZ ESTUDO

  • Autor não informado
  • Agosto/2013

Psicólogo monitorou usuários do Facebook por mensagens de texto.

 

Um experimento que monitorou o estado de espírito de 82 pessoas durante duas semanas sugere que o uso do Facebook está correlacionado à tristeza e à ansiedade.

 

Ethan Kross, psicólogo da Universidade de Michigan (EUA), pediu aos voluntários que relatassem seu humor a cada cinco horas por meio de mensagens de textos e dissessem oi que estavam fazendo. Cada vez que as pessoas acessavam o site da rede social, a probabilidade de começarem  a se sentir mal aumentava.

 

Um estudo descrevendo o trabalho está na edição de hoje da revista “PLoS One”. Segundo os cientistas, a correlação estatística entre o uso do Facebook e o declínio do bem estar afetivo é forte: há menos de 2% de probabilidade de que o resultado do estudo tenha sido coincidência.

 

Kross ainda não oferece uma explicação sobre por que o uso da rede social tem uma associação tão forte com o baixo astral. Uma das suspeitas é de que o Facebook favoreça o usuário a fazer comparações que o aborrecem.

 

Um trabalho da psicóloga Hui-Tzu Grace Chou, da Universidade do Vale do Utah, já havia observado essa tendência no ano passado. O problema foi descrito num estudo intitulado “’Eles são mais felizes e têm vidas melhores que a minha’: o impacto do uso do Facebook na percepção sobre a vida alheia.”

 

O trabalho de Kross reproduziu resultados vistos em outros experimentos de psicologia, mas foi o primeiro a eliminar a possibilidade de as alterações de humor estarem associadas a fatores externos não controlados.

 

Existia, por exemplo, a suspeita de que fosse a natureza das interações sociais que as pessoas estavam tendo – não o Facebook – a origem do estado de humor ruim. Esse fator, porém, foi eliminado da pesquisa, que também monitorou pessoas que não estavam usando o Facebook.

Fonte: Folha de São Paulo, p. C5, 15 ago. 2013


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.