GERAL


CIÊNCIA MOSTRA OS BENEFÍCIOS QUE A LITERATURA PRODUZ NO CÉREBRO


Notícias ao Minuto - 16/02/2015

 

Segundo o The Guardian, um estudo da Universidade de Emory analisou os cérebros dos leitores de ficção literária e comparou-os com o de outras pessoas que não leram esse tipo de livros. Os cérebros dos leitores que leram, por exemplo, o livro 'Pompeii', de Robert Harris, durante um período de 9 dias, mostraram muito mais atividade em determinadas áreas do que os daqueles que não leram.

 

Os investigadores descobriram conectividade intensificada no córtex temporal esquerdo, a parte do cérebro associada à compreensão da linguagem. Na pesquisa foi possível descobrir maior conectividade no sulco central do cérebro, a região sensorial primária.

 

Os psicólogos David Comer Kidd e Emanuele Castano provaram, que a leitura de ficção literária aumenta a capacidade de detetar e compreender as emoções das pessoas, o que proporciona que façam amizades com mais facilidade por serem mais conscientes das emoções dos outros.

 

Os leitores deste tipo de livros têm a capacidade de transferir a experiência da leitura de ficção para o mundo real, sendo este um salto natural. Kidd crê que “a ficção não é apenas um simulador de uma experiência social, é uma experiência social”.


Fonte: Clique Aqui

   84 Leituras


Próximo Ítem

author image
LER LIVRO IMPRESSO PREJUDICA MENOS O SONO QUE LEITURA EM TABLET, DIZ ESTUDO
Abril/2015

Ítem Anterior

author image
APÓS PROTESTO CONTRA CONTAMINAÇÃO, BIBLIOTECA DEVE SER REABERTA NA USP
Abril/2015



author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.