BIBLIOCANTOS


ROSA DE HIROSHIMA/OBRA DE BIBLIOTECONOMIA

Rosa de Hiroshima

 

Vinicius de Moraes

 

Pensem nas crianças

 Mudas telepáticas

 Pensem nas meninas

 Cegas inexatas

 Pensem nas mulheres

 Rotas alteradas

 Pensem nas feridas

 Como rosas cálidas

 Mas, oh, não se esqueçam

 Da rosa da rosa

 Da rosa de Hiroshima

 A rosa hereditária

 A rosa radioativa

 Estúpida e inválida

 A rosa com cirrose

 A anti-rosa atômica

 Sem cor sem perfume

 Sem rosa, sem nada

Obra de Biblioteconomia

 

Versão Fernando Modesto

 

 Pensem nas memórias

 Mudas idiopáticas

 Pensem nas impressas

 Cegas não indexadas

 Pensem nas milhares

 De obras esquecidas

 Pensem nas escritas

 Como prosas caladas

 Mas, oh, não se esqueçam

 Da obra da obra

 Da obra de Biblioteconomia

 A prosa humanitária

 A obra esquecida

 Na Biblioteca abandonada

 A obra heterose

 A anti-obra biblioteconômica

 Sem leitor sem lume

 Sem obra, sem nada

 

Autor: Fernando Modesto

   17 Leituras


author image
FERNANDO MODESTO

Bibliotecário e Mestre pela PUC-Campinas, Doutor em Comunicações pela ECA/USP e Professor do departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP.