TEXTOS TEMPORÁRIOS


  • Textos Temporários

LEITURA PARA BEBÊS: 9 DICAS DE COMO LER HISTÓRIAS PARA SEU PEQUENINO

A Literatura como ato de brincar

Quem tem filhos sabe que a rotina, às vezes, pode ser uma loucura! Entre os momentos de brincadeira, sono, alimentação, higiene, passeios… pode ser difícil encontrar um tempo para ler um livro, e nem sempre os pequenos estão dispostos a ouvir como gostaríamos. 

Como já falamos aqui no Blog, os primeiros 3 anos de vida de uma pessoa são os mais importantes de sua vida, pois é neste período que acontece o início das conexões sinápticas que o influenciarão pelo resto da vida. Por isso, este é um momento em que os pais e as instituições se preocupam em promover um ambiente de aprendizado, tendo as brincadeiras como fonte de diversão e deste aprendizado.

Mas também precisamos ressaltar a importância de ler para o bebês nessa fase, pois além de ser fundamental para o desenvolvimento da linguagem dos pequenos, a leitura compartilhada colabora com o fortalecimento dos vínculos familiares. Além disso, quanto antes os pequenos desenvolvem o hábito da leitura, mais fácil será a paixão pelos livros permear toda a sua vida, contribuindo, entre outras coisas, para a melhora do vocabulário, e para uma visão de mundo mais ampla, crítica e empática!

A leitura para bebês: O papel e a importância do mediador

O ato de contar histórias para alguém, não deixa de ser uma brincadeira, um momento de entrega ao universo lúdico e de fantasia. Ao mesmo tempo que a leitura entretém o bebê por meio da contação, das imagens e, algumas vezes, do formato do livro, ela também cria um ambiente rico em estímulos, o que colabora com o desenvolvimento do pequeno. Ouvir a voz cadenciada de quem conta a história, se torna um ritual prazeroso tanto para o cuidador, quanto para bebê, fortalecendo o vínculo entre eles, trazendo calma e aconchego.

Nesta fase da vida, o papel do mediador é essencial pois é ele quem vai intermediar a relação entre os bebês e a linguagem. E, para inseri-los neste universo, nada melhor do que a literatura! Assim, o mediador pode ser qualquer pessoa que se disponha a contar uma história para alguém, seja através da leitura de um livro, da contação livre de uma história ou inventando um novo conto, o mediador é quem apresenta este universo imaginário para o outro. O importante aqui é que o contador de histórias transmita toda magia do universo literário no momento da leitura compartilhada!

Como ler para os bebês?

Mas, no momento de contar histórias para o bebê, muitas vezes nos perguntamos: será que eles realmente entendem o que falamos? Como fazer a contação? Pensando nisso, a Equipe de Curadoria da Leiturinha preparou 9 dicas práticas de como contar histórias para os bebês, incluindo, assim, a literatura no dia a dia dos pequenos desde os seus primeiros dias de vida!.

1. Esteja em uma posição legal e confortável para vocês. Aqui algumas sugestões: 

– Deite-se com seu bebê e coloque o livro sobre vocês;

– Sente-se e o coloque em seu colo com o livro à frente;

– Com seu pequeno sentado, deixe que ele mesmo segure o livro (quando já conseguir fazer isso) e o ensine a virar as páginas;

– E quantas posições mais forem legais e confortáveis para vocês! Tente sempre manter uma proximidade com o olhar de seu bebê – vale lembrar que a visão deles, nos primeiros meses, ainda está em desenvolvimento, e o que apresenta longe de seu campo de visão não é visto com nitidez.

2. Faça diferentes entonações de voz de acordo com cada situação ou personagem.

3. Invente mímicas, gesticule, use o corpo todo para contar sua história. Isso prende a atenção dos pequenos e torna a experiência ainda mais divertida. 

4. Quando forem ler, deixe que observe as imagens, aponte as ilustrações com o dedo os personagens e objetos, falando seus nomes, reproduzindo seus sons;

5. Abuse das cantigas populares! Existem muitos livros de canções ilustradas que podem ser efetivos nesta faixa etária, devido ao grande interesse dos pequenos. Leia cantando, ou simplesmente cante o que souber, lembrando-se de repetir as mesmas cantigas, de forma que seu pequeno as memorize e absorva o conteúdo apresentado.

6. Utilize objetos, bonecos ou outros recursos e dê vida aos personagens, variando a maneira de contar aquela história…

7. Repetição é muito importante! Os pequenos nesta faixa etária precisam da repetição para absorver os conteúdos apresentados. A cada leitura, um novo elemento é compreendido e, por isso, a repetição é tão prazerosa. 

8. Os bebês compreendem melhor os sons quando falamos devagar, portanto, ao ler, pronuncie as palavras lentamente.

9. Estabeleça uma rotina de leitura. Ler sempre nos mesmos momentos do dia (antes de dormir, por exemplo) pode contribuir para compreensão da rotina, melhora os vínculos entre vocês, além de criar e estabelecer o hábito e o prazer pela leitura.

Autor: Sarah Helena
Fonte: Clique Aqui

   99 Leituras


author image
Seção Mantida por OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.