TEXTOS TEMPORÁRIOS


  • Textos Temporários

DIA DO BIBLIOTECÁRIO - 12 DE MARÇO

O dia do Bibliotecário foi instituído por resolução, em 11 de março de 1958. A data escolhida para homenagear aqueles que se dedicam com amor a informação, foi 12 de março, dia do aniversário natalício do poeta MANOEL BASTOS TIGRES. 

Bastos Tigres, que tanto encanto nos proporcionou com suas alegres poesias e prosas, era engenheiro civil mas, em 1915 levado pelas circunstâncias, inscreveu-se num concurso para bibliotecário no Museu Nacional, no Rio de Janeiro. Aprovado conseguiu o emprego e abandonou definitivamente a engenharia e passou a dedicar-se exclusivamente, com profundo devotamento, às letras e a nova profissão.

O decano dos bibliotecários brasileiros exerceu sua profissão no Museu Nacional, na Universidade do Brasil, aposentando-se no cargo de Diretor Geral desta última entidade. Exerceu, também, intensa atividade na imprensa carioca, destacando-se de maneira notável, como comentarista e humorista.

Foi também feliz a escolha do Dia do Bibliotecário, pois seu Patrono não foi apenas um grande vulto literário, mas foi também um BIBLIOTECÁRIO, um homem que, no dia a dia com os livros por mais de 50 anos, aprendeu e ensinou a amá-los.

Juramento Profissional: 

"Prometo tudo fazer para preservar o cunho liberal e humanista da profissão de Bibliotecário, fundamentado na liberdade de investigação científica e na dignidade da pessoa humana". 

Anel de Grau do Bibliotecário e Símbolo da Faculdade

Pedra: Ametista

Símbolo: Lâmpada de Aladim e um Livro aberto

Ametista: pedra preciosa de cor violeta. É a pedra da amizade, reforça a memória.

Lâmpada de Aladim: desde a antiguidade simboliza a perene vigília, a atividade intelectual, o árduo trabalho das especulações lítero-científicas.

Livro aberto: simboliza o oferecimento da educação e da cultura.

Obs: o anel deve ser confeccionado em ouro, tendo lateralmente fixados os símbolos, em platina para ficarem em relevo.

(Texto elaborado por Fábio Sampaio Rosas em 11/03/2004)

Fábio Rosas – Bibliotecário - Unidade Diferenciada de Dracena - Universidade Estadual Paulista – Unesp

 

Autor: Fábio Sampaio Rosas

   88 Leituras


author image
Seção Mantida por OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.