LITERATURA INFANTOJUVENIL


SE A BARATA DIZ QUE ..., DUVIDE DELA!

O cotidiano, em especial a conversa em família ou entre amigos, é a minha maior fonte de inspiração para os escritos dessa Coluna.

 

Hoje quero narrar uma ação que eu denomino de – “sossega leão”. Ela ocorreu no aniversário da minha pequena sobrinha (só no tamanho, pois fez vinte e seis anos).

 

Tenho certeza que você irá dizer: “isso é assunto para um aniversário?” e mais “esse é assunto para uma coluna em plena véspera de Natal”?

 

Pois é leitor: c’est la vie!

 

Como disse: estávamos no aniversário da minha sobrinha e como grande parte dos presentes são descendentes de italianos o ambiente estava bem ruidoso. Um corre corre de crianças, de várias idades, numa rampa perigosa e vários pais, avós e tios como num batalhão de prontidão para catar o primeiro que caísse. Dá para imaginar o cenário?

 

De repente um anjo safado soprou no meu ouvido - “Vamos sossegar as crianças!”

 

Catei do baú, um tema nojento, porém não muito: BARATA. Concordo não combinar com aniversário, mas a literatura infantil está “infestada” (in-festada? Nossa essa palavra coube muito bem nesse contexto!) de personagem dessa espécie. Só para citar dois exemplos: a História da Dona Baratinha é linda! E as crianças adoram cantar: “eu vi uma barata na careca do vovô...”

 

Mas o que é uma barata?
O site - http://www.brasilescola.com/animais/barata.htm, classifica a barata da seguinte forma:

 

Reino: Animália
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Subclasse: Pterygota
Infra-classe: Neoptera
Ordem: Blattaria

 

 

Não ligue não, isso foi só para dar um ar erudito à “pobrecita” da “insecta”, pois daqui pra frente você verá que ela será “desbaratada” por nós, as crianças presentes no aniversário.

 

Então, puxei o coral:

 

A barata diz que tem

Um anel de formatura

É mentira da barata

Ela tem é casca dura

Ha ha ha ha ha ha

Ela tem é casca dura

 

De repente as crianças e os adultos-crianças começaram a lembrar de variantes e depois disso, não se contentando, começaram a inventar. Vejam só o resultado:

 

A barata diz que tem

Uma cama de algodão

É mentira da barata

Ela dorme é no chão

Ha ha ha ha ha há

Ela dorme é no chão

 

A barata diz que usa

Um produto do Avon

É mentira da barata

Ela usa é Detefon

Ha ha ha ha ha ha

Ela usa é Detefon

 

A barata diz que tem

Uma passagem de avião

É mentira da barata

Ela vai de caminhão

Ha ha ha ha ha ha

Ela vai de caminhão

 

A barata diz que tem

Dentifrício da Natura

É mentira da barata

Ela tem é dentadura

Ha ha ha ha ha ha

Ela tem é dentadura

 

A barata diz que mora

Num castelo de algodão

É mentira da barata

Ela mora é no porão

Ha ha ha ha ha ha

Ela mora é no porão

 

A barata diz que tem

Um skate americano    

É mentira da barata

Ela brinca é no cano

Ha ha ha ha ha ha

Ela brinca é no cano

 

A barata diz que dorme

Com uma colcha de cetim

É mentira da barata

Ela dorme é com capim

Ha ha ha ha ha ha

Ela dorme é com capim

 

A barata diz que tem

Um filhote inteligente

É mentira da barata

O seu filho é demente

Ha ha ha ha ha ha

O seu filho é demente

 

A barata diz que tem

Um piano estrangeiro

É mentira da barata

Ela tem é um pandeiro

Ha ha ha ha ha ha

Ela tem é um pandeiro

 

A barata diz que canta

No coral da sua escola

É mentira da barata

Ela grita na sacola

Ha ha ha ha ha ha

Ela grita na sacola

 

A barata diz que tem

Uma TV super-novinha

É mentira da barata

Ela assiste na vizinha

Ha ha ha ha ha ha

Ela assiste na vizinha

 

A barata diz que tem um

Sapato de veludo

É mentira da barata

O seu pé que é peludo

Ha ha ha ha ha ha

O seu pé que é peludo

 

A Barata diz que tem

sete saias de filó
É mentira da barata

Ela tem é uma só

Ha ha ha ha ha ha

Ela tem é uma só

 

A Barata diz que dorme

numa cama de marfim
É mentira da barata,

Ela dorme é no capim

Ha ha ha ha ha ha

Ela dorme é no capim

 

A Barata diz que tem

O cabelo cacheado
É mentira da barata,

Ela tem coco raspado

Ha ha ha ha ha ha

Ela tem coco raspado

 

A barata diz que tem

Um sapato de fivela.

É mentira da barata

O sapato é da mãe dela

Ha ha ha ha ha ha

O sapato é da mãe dela

 

A barata diz que tem

Um carro muito envocado

É mentira da barata

O carro é do delegado

Ha ha ha ha ha ha

O carro é do delegado

 

A barata diz que tem

Uma panela de pressão

É mentira da barata

Ela tem um caldeirão

Ha ha ha ha ha ha

Ela tem um caldeirão

 

A barata diz que vai

Se descansar em um spa

É mentira da barata

Ela vai é trabalhar

Ha ha ha ha ha ha

Ela vai é trabalhar

 

A barata diz que vai

Vai viajar para Londrina

É mentira da barata

Ela vai para a latrina

Ha ha ha ha ha ha

Ela vai para a latrina

 

A barata diz que bebe

Muita champagnet francesa

É mentira da barata

Ela não toma nem cerveja

Ha ha ha ha ha ha

Ela não toma nem cerveja

 

A barata diz que vai

Se casar com o Fábio Assunção

É mentira da barata

Só sobrou o Dom Ratão

Ha ha ha ha ha ha

Só sobrou o Dom Ratão

 

Aí, só paramos na hora de cantar - “Parabéns prá Você”, pois não combinava nada com aquele bolo de chocolate.

 

Antes de terminar lá vai um recado:

 

Ao fechar essa Coluna naveguei na internet e localizei apenas quatro variantes dessa música. Se você lembrar alguma ou inventar, pode mandar para que eu possa incluir na próxima Coluna. Vai ser um Barato!

 

Agradecimento:

 

Ariele, Dirce, Heloisa, Karina, Nelson, Pedro, Rafael, Silvinha, Solange, Ticiane e a matriarca Maria Bortolin.


   2273 Leituras


Saiba Mais





Próximo Ítem

author image
LÁ VÊM MAIS BARATASSSS... ETA BICHINHA DANADA!
Janeiro/2009

Ítem Anterior

author image
CONVERSA MEDIADA POR GAARDER
Outubro/2008



author image
SUELI BORTOLIN

Doutora e Mestre em Ciência da Informação pela UNESP/ Marília. Professora do Departamento de Ciências da Informação do CECA/UEL - Ex-Presidente e Ex-Secretária da ONG Mundoquelê.