TEXTOS


  • Textos interessantes e curiosos relacionados com a área, abrangendo citações, dados históricos, notícias etc...

DITADURA MILITAR - BRASIL - CENSURA - 2

  • Autor não informado
  • Novembro/2004
"Em 1965 (...) o editor esquerdista Ênio Silveira, proprietário da Editora Civilização Brasileira, viu-se encarcerado (...). Sua prisão provocou um manifesto assinado por cerca de mil pessoas ligadas à produção cultural (...).
"Castello, com sua letra elegante, mandou ao general Ernesto Geisel quatro folhas de bloco manuscritas tratando do assunto. Com lápis vermelho, escreveu a palavra reservado no alto de cada uma delas. Dizia o presidente ao seu chefe de Gabinete Militar: "Por que a prisão do Ênio? Só para depor? A repercussão é contrária a nós, em grande escala. O rewsultado está sendo absolutamente negativo. [...] Há como que uma preocupação de mostrar 'que se pode prender'. Isso nos rebaixa. [...] Apreensão de livros. Nunca se fez isso no Brasil. Só de alguns (alguns!) livros imorais. Os resultados são os piores possíveis contra nós. É mesmo um terror cultural".
"Tinha razão. Era terror cultural mesmo. Para coibir 'os processos de contaminação da opinião pública', a Polícia Federal apreendera em torno de 17 mil volumes de 35 obras acusadas de 'difundir doutrina veementemente repelida pelo povo brasileiro". (p.231).
Fonte: GASPARI, Elio. A ditadura envergonhada. São Paulo: Companhia das Letras, 2002. 417p.

   26 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.