TEXTOS


  • Textos interessantes e curiosos relacionados com a área, abrangendo citações, dados históricos, notícias etc...

A CONVERSA PROIBIDA DE MARCOLA

Trecho do texto (p.27):

Quando um deputado leu para ele um trecho de uma reportagem da revista Época que dizia que seu livro de cabeceira era Arte da Guerra, de Sun Tzu, ele disse: “de jeito nenhum, eu não sei de onde tiraram isso daí. Eu já li esse livro, é um manual de guerra, não é meu livro de cabeceira. Estou lendo Nietzsche e meu livro de cabeceira é Assim falava Zaratustra”. Citou Santo Agostinho. Revelou ter lido muitos autores, entre os quais “Lênin, Trotski e outros clássicos do marxismo”, como também “os filósofos precursores da Revolução Francesa – Rousseau, Voltaire, Montesquieu”. Informou ter concluído o curso supletivo dentro da cadeia. Indagado se tinha algum ídolo, foi lacônico: “Não”.

 

João de Barros é jornalista.

Autor: João de Barros
Fonte: Caros Amigos, v.10, , n.112, p.26-27, jul. 2006

   23 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.