ONLINE/OFFLINE


ENTRADAS PARA NOMES PESSOAIS NO FORMATO MARC 21: CAMPOS X00

O Network Development and MARC Standards Office, Library of Congress, define as diretrizes gerais para entrada de Nomes Pessoais no formato MARC 21 Bibliográfico. Neste texto, descrevemos as diretrizes especificadas pelo Formato e disponível para consulta aos catalogadores. Essas diretrizes destacam novos subcampos, agora ajustados para estabelecer ligações com os dados de autoridade, tipos de relacionamentos com os recursos descritos, e de conexões com outros campos e registros MARC. 

Diante de recursos digitais e das necessidades de sua gestão, as alternativas de vinculação entre registros e dos registros com os próprios recursos representados, tornam-se cada vez mais necessárias.

Também, observa-se a adequação do Formato com os modelos dos requisitos funcionais para dados bibliográficos e de autoridade, consolidados na norma descritiva RDA – Recursos: descrição e acesso.

Essa adequação afeta os subcampos que são comuns aos campos indicados abaixo, bem como subcampos específicos a cada um dos campos relacionados. Por serem campos essenciais à recuperação dos registros, eles respondem na atualidade aos objetivos e funções do catálogo bibliográfico de ser um instrumento eficaz e efetivo que permita ao usuário: encontrar, identificar, selecionar e obter. A saber:

100 – Entrada Principal – Nome Pessoal (NR)

600 – Entrada de Assunto – Nome Pessoal (R)

700 – Entrada Secundária – Nome Pessoal (R)

800 – Entrada Secundária de Série – Nome Pessoal (R)

Para os campos relacionados, o Primeiro Indicador – Tipo de entrada do nome pessoal, apresenta as seguintes opções:

0 – Prenome: entrada iniciada com um prenome ou nome pessoal que consiste de palavras, frases, iniciais, letras separadas ou numerais formatados em ordem direta. Nomes compostos de frases que não se prestam a inversão, e tratados como se os sobrenomes estivessem envolvidos são tratados como prenomes.

Etq

Ind

Subcampos

100

0#

$aJohn, $cthe Baptist, Saint.

100

0#

$a"BB", $d1905-

100

0#

$a110908.

100

0#

$aA. de O.

100

0#

$aDr. X.

100

0#

$aAuthor of The diary of a physician, $d1807-1877.

[O nome uma frase formatada em ordem direta.]

100

0#

$aClaude, $cd'Abbeville, père, $dd. 1632.

100

0#

$aHoward.

[Incerteza se é um nome ou um sobrenome]

100

0#

$aFarmer, (and once a grand juror) of Grange County.

[Nome como frase em ordem direta]

600

00

$aNorodom Sihanouk, $cPrince, $d1922-

700

0#

$aFather Divine.

700

0#

$aR. M. B.

[Iniciais representando o nome estão em ordem direta.]

1 – Sobrenome: nome formatado em ordem inversa (sobrenome, prenome) ou o nome sem prenome, que é entendido como sobrenome. Se houver dúvida de que o nome sem prenome seja sobrenome, o indicador 1 deve ser igual a 0. Frases quando formuladas com inversão e um elemento de entrada semelhante a um sobrenome, considerar como sobrenome.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aFitzgerald, David.

100

1#

$aChiang, Kai-shek, $d1887-1975.

100

1#

$aWatson, $cRev.

600

10

$aSmith, $dfl. 1813.

[Nome destituído de nome conhecido por sobrenome]

100

1#

$aQ., Mike.

100

1#

$aBlackbeard, Author of, $d1777-1852.

[Nome da frase em ordem invertida]

100

1#

$aLe Conte, John Eatton, $d1784-1860.

100

1#

$aEl-Abiad, Ahmed H., $d1926-

100

1#

$aBen Omar, Saidali Bacar, $d1931-

700

1#

$aVérez Peraza, Elena, $d1919-

100

1#

$aSaint-Germain, Herve de.

100

1#

$aP-Orridge, Genesis, $d1950

700

1#

$aSalamín C., Marcel A.

100

1#

$aEl Saffar, Ruth S., $d1941-

100

1#

$aLover's opera, Author of The, $d1766-

3 – Nome de Família: nome de uma família, clã, casa ou outro grupo composto de parentesco. O nome pode ser construído em ordem direta ou inversa.

Etq

Ind

Subcampos

600

30

$aPremyslid dynasty.

600

30

$aNorfolk, Dukes of.

Para o campo 100, o Segundo Indicador – Indefinido; contém branco (#)

Para o campo 600, o Segundo Indicador – Sistema de entrada de assunto/thesaurus, apresenta:

0 – Cabeçalho de assunto da Library of Congress

1 – Cabeçalho de assunto da LC para literatura infantil

2 – Cabeçalho de assunto de Medicina

3 – Lista de autoridade – assunto da National Agricultural Library

4 – Fonte não especificada

5 – Cabeçalho de assuntos Canadenses

6 - Répertoire de vedettes-matière

7 – Fonte especificada no subcampo $2

Para o campo 700, o Segundo Indicador indica o tipo de entrada secundária:

# – Não há informação: usada quando a entrada secundária não é uma analítica ou quando não estiver definido se a entrada é ou não uma analítica.

2 – Entrada analítica: o item em mãos contém a obra que é representada por uma entrada secundária.

Para o campo 800 – o Segundo Indicador é Indefinido; contém branco (#)

Códigos de Subcampo

Os códigos de subcampos pertencentes aos campos X00, podem ser categorizados como: partição do nome, partição do título, partição de nome e título, partição para subdivisão de assunto, e de subcampos de controle. A partição indica um conjunto de subcampos utilizados para otimizar o campo na busca e recuperação, bem como no relacionamento com os registros bibliográficos.

Partição do Nome

$a – Nome Pessoal (NR): sobrenome e/ou prenome; letras, iniciais, abreviações, frases ou números usados no lugar do nome, ou nome de família. Um termo qualificador entre parênteses, associado ao nome, acrescentada como um qualificador deverá ser informado no subcampo $c, e a forma completa do nome, acrescentada como um qualificador deverá ser informada no subcampo $q.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aWilliams, Martha E.

100

0#

$aMarcelle, $cTante, pseud.

600

30

$aMorton family.

700

1#

$aIbn al-Mu`tazz, `Abd Allah, $d861-908.

700

0#

$aSpagna$c(Artist), $dca. 1450-1528.

$b – Numeração (NR): Número romano simples ou seguido de parte do prenome. É usado apenas em cabeçalhos de prenome (indicador 1 igual a 0 [zero])

Etq

Ind

Subcampos

100

0#

$aJoão Paulo $bII, $cPapa, $d1920-

100

0#

$aJohn $bII Comnenus, $cEmperor of the East, $d1088-1143.

$c – Títulos e outras palavras associadas com o nome (R): inclui informações qualificadoras como:

  • Títulos indicando cargo ou nobreza, exemplo: Sir
  • Termos de endereçamento, exemplo: Sr. Sra.
  • Iniciais de grau acadêmico ou indicando participação em organização, exemplo: Dr., Mestre, Ph. D
  • Numeral romano usado como sobrenome
  • Outras palavras ou frase associadas ao nome, exemplo: Relojoeiro, Santo

Formas mais completas de nomes colocadas entre parênteses são fornecidas no subcampo $q.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aRussell, John, $cmap maker.

100

1#

$aSeuss, $cDr.

700

1#

$aQueen, Ellery.

600

00

$aMoses $c(Biblical leader)

100

1#

$aMasséna, André, $cprince d'Essling, $d1758-1817.

700

0#

$aVivekananda, $cSwami, $d1863-1902.

700

1#

$aEvans, Montgomery, $cII.

100

1#

$aAppleton, Victor, $cII.

100

1#

$aByron, George Gordon Byron, $cBaron,

$d1788-1824.

100

1#

$aBeethoven, Ludwig van, $d1770-1827 $c(Spirit)

100

1#

$aMunro, Jean, $cPh. D.

600

10

$aDrake, Francis, $cSir, $d1540?-1596.

100

1#

$aChurchill, Winston, $cSir, $d1874-1965.

100

1#

$aWard, Humphrey, $cMrs., $d1851-1920.

Se o cabeçalho for um sobrenome seguido diretamente por um prefixo sem a interveniência de prenomes ou iniciais de prenomes, o prefixo será informado no subcampo $c para evitar que seja processado como um prenome na pesquisa e recuperação.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aWalle-Lissnijder, $cvan de.

Múltiplos títulos adjacentes ou palavras associadas a um nome são indicadas em um único subcampo $c. O subcampo $c é repetido apenas quando as palavras associadas a um nome são separadas por subelementos contidos em outros subcampos.

Etq

Ind

Subcampos

700

0#

$aCharles Edward, $cPrince, grandson of James II, King of England, $d1720-1788.

100

0#

$aTomás, $cde Aquino, Santo, $d1225?-1274.

100

0#

$aBlack Foot, $cChefe, $dd. 1877 $c(Espírito)

[O subcampo $c é repetido devido a interferência de subelementos.]

 

$d – Datas associadas ao nome (NR): datas de Nascimento e morte ou qualquer outra data usada com o nome. Um qualificador usado com a data (exemplo: b., d., ca., fl., ?, cent.) também é informado no subcampo $d.

[b. = born; d.= died; ca. = circa; fl. = flourished/floresceu cent. = century]

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aRodgers, Martha Lucile, $d1947-

100

1#

$aLuckombe, Philip, $dd. 1803.

100

1#

$aMalalas, John, $dca. 491- ca. 578.

100

1#

$aLevi, James, $dfl. 1706-1739.

100

1#

$aJoannes Aegidius, Zamorensis,

$d1240 or 41- ca. 1316.

100

0#

$aJoannes, $cActuarius, $d13th/14th cent.

100

0#

$aPiri Reis, $dd. 1554?

800

1#

$aDangerfield, Rodney, $d1921-

100

1#

$aSmith, John, $d1882 Aug. 5-

$e – Termo Relacionador (R): Indicação da função que descreve a relação entre um nome e uma obra, por exemplo, ed., comp., Ill., Tr., colecionador, autoria conjunta.

[abreviações: ed. = editor, comp. = compiler, Ill. = illustrador, Tr. = translator]

Etq

Ind

Subcampos

700

1#

$aSmith, Elsie, $d1900-1945, $eilustrador.

700

1#

$aHecht, Ben, $d1893-1964, $ewriting, $edirection, $eproduction.

Os códigos de relacionamento ou URIs, que também especificam o relacionamento de uma pessoa com uma obra, estão contidos no subcampo $4.

$j – Atributo qualificador (R): Informações de atribuição para nomes quando a responsabilidade é desconhecida, incerta, fictícia ou de pseudônimos. Devem ser usados qualificadores que seguem o nome de um artista conhecido para a obra.

Etq

Ind

Subcampos

100

0#

$aE.S., $cMeister, $d15th cent., $jFollower of

100

1#

$aReynolds, Joshua, $cSir, $d1723-1792, $jPupil of

$q – Forma complete do nome (NR): Forma mais completa da parte do nome que está indicada no subcampo $a.

Etq

Ind

Subcampos

100

0#

$aH. D. $q(Hilda Doolittle), $d1886-1961.

100

1#

$aGresham, G. A. $q(Geoffrey Austin)

100

1#

$aSmith, Elizabeth $q(Ann Elizabeth)

700

1#

$aE., Sheila $q(Escovedo), $d1959-

100

1#

$aBeeton, $cMrs. $q(Isabella Mary), $d1836-1865.

100

1#

$aAtthawimonbandit (To), $cPhra, $d1883-1973.

[Nome tailandês, entre parênteses, como parte do elemento de entrada.]

$u – Afiliação (NR): atribuição ou endereço do nome.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aBrown, B. F. $uDepartamento de Quimica, Universidade das Américas.

$4 – Código Relacionador (R): Código ou URI que especifica o relacionamento de uma entidade descrita no registro para a entidade referenciada no campo. Mais de um código relacionador ou URI pode ser usado se a entidade tiver mais de um relacionamento. Uma fonte de códigos de relacionamento é: MARC Code List for Relators ou as listas de códigos MARC para Relacionamento, Fontes e Convenções da descrição foram reorganizadas. Os termos e códigos relacionadores podem ser acessados na fonte de códigos. Já, as partes da lista de códigos-fonte podem ser acessadas em códigos-fonte para vocabulários, regras e esquemas (Source Codes for Vocabularies, Rules, and Schemes). O objetivo da lista referente aos termos relatores e códigos associados (MARC Code List for Relators) é o de permitir que o relacionamento entre um agente e um recurso seja indicado nos registros bibliográficos. A lista de códigos relatores se divide em duas seções: 1) Sequência de termos – Uma lista padronizada de termos relacionados com códigos para termos, referências de termos não utilizados e descrições/definições para conceitos dos termos. 2) Sequência de código – Uma lista de códigos relatores válidos e obsoletos com os seus termos associados. As referências não são fornecidas na sequência de códigos (exceto para os códigos obsoletos).

Etq

Ind

Subcampos

700

1#

$aHerrman, Egbert. $4org

700

1#

$aGalway, James. $4prf $4cnd

100

1#

$aDicks, Terrance.

$0http://id.loc.gov/authorities/names/n78057783

$4aut

$4http://id.loc.gov/vocabulary/relators/aut

245

10

$aDoctor Who Dalek omnibus / $cTerrance Dicks.

700

12

$iContainer da (obra):

$4http://rdaregistry.info/Elements/w/P10147

$aDicks, Terrance.

$tDoctor Who and the Dalek invasion of Earth.

Os termos de relacionamentos, que também especificam o relacionamento de uma pessoa com uma obra, estão também contidos no subcampo $e.

Partição do Título

$f – Data da Obra (NR): data de publicação usada como um título em um cabeçalho nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

12

$aFreud, Sigmund, $d1856-1939. $tSeleções. $f1978.

700

12

$aHills, John, $csurveyor. $tSketch of Allens Town, June 1778. $f1976.

As datas adicionadas entre parênteses ao título, para distinguir entre títulos idênticos inseridos com o mesmo nome, não são codificadas separadamente no subcampo. Exceção: para música, ver o subcampo $n.

 

$h - Meio (NR) [600/700/800]: Qualificador de mídia usado com o título de uma obra em um campo nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

1#

$aE., Sheila $q(Escovedo), $d1959- $tDawn, the beginning. $hSound recording.

$i – Informação de relacionamento (R) [700]: Indicação de um relacionamento entre o recurso descrito no campo 7XX e o recurso descrito nos campos do registro 1XX / 245. Pode ser uma frase textual não controlada ou um valor textual controlado de uma lista de relacionamentos entre recursos bibliográficos.

Etq

Ind

Subcampos

245

00

$aTriumph : $bfor concert band / $cby Michael Tippett.

700

1#

$iParáfrase da obra: $aTippett, Michael, $d1905-1998. $tMask of time.

Exibição ao usuário:

Triumph : for concert band / by Michael Tippett.

Paráfrase da obra: Tippett, Michael, 1905-1998. Mask of time.

 

Etq

Ind

Subcampos

245

00

$aAlice in Wonderland, or, What's a nice kid like you doing in a place like this? / $cHanna-Barbera Productions.

700

1#

$iParódia da obra: $aCarroll, Lewis, $d1832-1898.

$tAlice's adventures in Wonderland.

Exibição ao usuário:

Alice in Wonderland, or, What's a nice kid like you doing in a place like this? / Hanna-Barbera Productions.

Paródia da obra: Carroll, Lewis, 1832-1898. Alice's adventures in Wonderland.

 

$k – Subcabeçalho de Forma (R): subcabeçalho que aparece na parte do título de um campo X00. É usado com nomes pessoais, inclui Seleções.

Etq

Ind

Subcampos

700

12

$aRibeiro, Tomás, $d1831-1901. $tPoemas. $kSeleções. $f1984.

700

12

$aMelville, Herman, $d1819-1891. $tSelections. $f1981.

[A palavra Selections (Seleções) é usada como um título uniforme e está contida no subcampo $t.]

700

1#

$aBizet, Georges, $d1869-1951. $tCarmen. $kSeleções. $f1983.

$l – Idioma da obra (NR): nome do idioma ou termo representando um idioma, exemplo: Poliglota; em um campo nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

12

$aShakespeare, William, $d1564-1616. $tSelections. $lGermânico. $f1982.

700

1#

$aJacobs, Una. $tSonnen-Uhr. $lInglês.

700

1#

$aBrezina, Otokar, $d1868-1929. $tPoemas. $lPoliglota.

$m – Meio de performance para música (R) [600/700/800]: Termo(s) que indica(m) o meio de desempenho ou de performance usado em um título uniforme para uma obra em um campo nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

1#

$aBeethoven, Ludwig van, $d1770-1827. $tSonatas, $mpiano. $kSeleções.

700

12

$aDebussy, Claude, $d1862-1918. $tSonatas,

$mflauta, viola, harpa. $f1986.

700

1#

$aRies, Ferdinand, $d1784-1838. $tOctets,

$mpiano, winds, strings, $nop. 128, $rA& major.

Múltiplos elementos adjacentes em uma indicação única de meio estão contidos em um único subcampo $m. O subcampo $m é repetido apenas quando as declarações do meio de performance são separadas por subelementos contidos em outros subcampos.

Etq

Ind

Subcampos

700

1#

$aArne, Thomas Augustine, $d1710-1778. $tConcertos, $mInstrument de teclado, orquestra. $nNo. 3.

$pCon Spirito, $mInstrumento de teclado

[O subcampo $m é repetido devido a subelementos intervenientes.]

Se o título uniforme incluir como parte do meio a abreviação “acc.” (acoustic) ou “unacc.”, A abreviação será registrada no subcampo $m. A abreviação “unacc.” É registrada no subcampo $t quando não é um acréscimo a uma indicação de meio. Quando uma frase como “pianos (2)”, “4 mãos” etc., segue um título uniforme coletivo para um meio de performance específico, ela é incluída no subcampo $t.

$n – Número da parte/seção de uma obra (R): número que indica parte/seção de uma obra usada com um título em um campo nome/título. Em títulos de uniformes para música, a série, opus ou número de índice temático, ou uma data usada para distinguir uma obra de outra, será informada no subcampo $n. Múltiplas numerações alternativas (geralmente separadas por vírgula) são informadas em um único subcampo $n. Múltiplas numerações que são hierárquicas (geralmente separadas por ponto) são informadas em ocorrências separadas no subcampo $n.

Etq

Ind

Subcampos

700

0#

$aHomero $tIlíadas. $nLivro 16-19. $lInglês.

700

12

$aLucretius Carus, Titus. $tDe rerum natura. $nLiber 4. $f1987.

700

1#

$aTolkien, J. R. R. $q(John Roland Reuel), $d1892-1973. $tLord of the rings. $n2, $pTwo towers.

[parte/seção são ambas numerada e nomeada.]

700

12

$aMendelssohn-Bartholdy, Felix, $d1809-1847. $tQuartets, $mpiano, strings, $nno.2, op. 2, $rF minor. $f1972.

700

12

$aSchubert, Franz, $d1797-1828. $tImpromptus, $mpiano, $nD. 935. $nNo. 2. $f1985.

 

$o – Indicação de arranjo para música (NR) [600/700/800]: abreviação arr. (arranged) usado em um título uniforme para uma obra no campo nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

12

$aSchubert, Franz, $d1797-1828. $tSongs. $kSeleções; $oarr. $f1985.

700

12

$aMozart, Wolfgang Amadeus, $d1756-1791. $tZauberflöte. $kSeleções; $oarr. $f1985.

$p – Nome de parte/seção de uma obra (R): nome que indica parte/seção de uma obra usada com um cabeçalho nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

12

$aHindemith, Paul, $d1895-1963. $tNobilissima visione. $pMeditation; $oarr. $f1977.

700

12

$aPraetorius, Hieronymus, $d1560-1629. $tOpus musicum. $pCantiones sacrae. $pO vos omnes. $f1974.

700

12

$aDebussy, Claude, $d1862-1918. $tPreludes, $mpiano, $nbook 1. $pCollines d'Anacapri. $f1980.

$r – Chave para música (NR) [600/700/800]: jndicação da chave na qual a música foi escrita usando um título uniforme para uma obra em um campo nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

12

$aBeethoven, Ludwig van, $d1770-1827. $tSonatas, $mpiano, $nno. 13, op. 27, no. 1, $rE major. $f1986.

$s – Versão (R) [600/700/800]: versão, edição, etc., informações usadas com o título de uma obra em um campo nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

700

1#

$aHarrison, Tinsley Randolph, $d1900-

$tPrinciples of internal medicine. $s9th ed.

800

1#

$aShakespeare, William, $d1564-1616. $tWorks. $f1981. $sMethuen.

$t – Título de uma obra (NR): título uniforme, título da página de rosto, ou título da série usado em um campo nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

600

10

$aShakespeare, William, $d1564-1616. $tHamlet.

700

12

$aCendrars, Blaise, 1887-1961. $tSeleções. $f1987.

700

12

$aVoltaire, $d1694-1778. $tCorrespondence. $kSeleções. $f1777.

700

12

$aKelly, Michael, $d1762-1826. $tLove laughs at locksmiths. $lInglês. $f1979.

700

12

$aPoulenc, Francis, $d1899-1963. $tPiano music, pianos (2)

$v - Volume/indicação sequencial (NR) [800]: número de volume ou outra indicação sequencial usada em conjunto com uma entrada adicional de série no campo 800.

Etq

Ind

Subcampos

800

1#

$aFernando, A. Denis N. $tResource maps of Sri Lanka ; $vpt. 2.

 

$x – International Standard Serial Number (NR) [700/800]: número Internacional Normalizado para Publicações Seriadas ou Número Internacional Normalizado das Publicações em Série. ISSN para um título de série fornecido na partição do título de um campo de nome/título. O ISSN é um elemento de dados atribuído pela agência. Os ISSNs são indicados para publicações em série por centros nacionais sob os auspícios da ISSN Network.

 

Partição de Nome e Título

$g – Informação de Miscelâneas (R): informação que não for adequadamente contida em outro subcampo. É improvável o uso do subcampo $g nos campos X00.

Partição para Subdivisão de Assunto

$v – Subdivisão de forma (R) [600]: subdivisão de forma que indica um tipo específico ou gênero de material como definido no thesaurus que está sendo usado. O subcampo $v é apropriado apenas quando uma subdivisão de assunto de forma é acrescentada a um nome corporativo ou nome/título para formar um cabeçalho de assunto estendido. O subcampo $x pode ser usado se os termos forem usados como subdivisão geral. Uma subdivisão de forma em um subcampo $v é geralmente o último subcampo do campo. O subcampo pode ser repetido se mais de uma subdivisão de forma for utilizada.

Etq

Ind

Subcampos

600

30

$aClark family $vFiction.

600

00

$aGautama Buddha $vEarly works to 1800.

$x – Subdivisão geral (R) [600]: subdivisão de assunto que não seja mais adequadamente informada em um subcampo $v (subdivisão de forma), subcampo $y (subdivisão cronológica) ou subcampo $z (subdivisão geográfica). O subcampo $x é apropriado somente quando uma subdivisão geral tópica é acrescentada a um nome ou a um nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

600

10

$aBrunhoff, Jean de, $d1899-1937 $xCharacters $xBabar.

600

00

$aNapoleon $bI, $cEmperor of the French,

$d1769-1821

$xAssassination attempt, 1800 (December 24)

$y – Subdivisão cronológica (R) [600]: subdivisão de assunto que representa um período de tempo. O subcampo $y é apropriado somente quando uma subdivisão cronológica do assunto é adicionada a um nome ou nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

600

10

$aShakespeare, William, $d1564-1616

$xCriticism and interpretation $xHistory

$y18th century.

600

10

$aReagan, Ronald $xAssassination attempt, 1981.

[Data é parte da subdivisão geral.]

$z – Subdivisão geográfica (R) [600]: adequada apenas se uma subdivisão de assunto geográfica é acrescentada a um nome ou nome/título.

Etq

Ind

Subcampos

600

00

$aFrederick $bII, $cHoly Roman Emperor, $d1194-1250 $xHomes and haunts $zItaly.

600

10

$aFord, Gerald R., $d1913- $xMuseus $zMichigan.

Subcampos de Controle.

$w – Número de controle do registro bibliográfico (R) [800]: ver descrição deste subcampo no apêndice A do MARC: Control Subfields. O número de controle do sistema do registro bibliográfico relacionado, é precedido por um código MARC, entre parênteses, para a agência à qual o número de controle se aplica. Ver a lista de códigos MARC para organizações (MARC Code List for Organizations) para obter uma relação de fontes usadas nos registros MARC 21.

Etq

Ind

Subcampos

800

1#

$aNegt, Oskar $tSchriften. $vBd. 2

$w(DE-101b)967682460

 

$0 – Número de controle do registro de autoridade ou número padronizado (R): o subcampo $0 contém o número de controle do sistema relacionado ao registro de autoridade ou de classificação, ou um identificador padrão, como um ISNI (International Standard Name Identifier). Esses identificadores podem estar na forma de texto ou de uma URI (Uniform Resource Identifier). Se o identificador for texto, o número ou identificador de controle será precedido pelo código da Organização MARC apropriado (para um registro de autoridade relacionado) ou pelo código-fonte do Identificador Padrão (para um esquema de identificador padrão), entre parênteses. Quando o identificador é fornecido na forma de um protocolo de recuperação da Web, por exemplo, HTTP URI, nenhum parêntese anterior é usado.

O subcampo $0 pode conter um URI que identifique um nome ou etiqueta para uma entidade. Quando há desreferenciamento, o URI aponta para as informações que descrevem esse nome. Um URI que identifica diretamente a própria entidade está contido no subcampo $1.

Ver a lista de códigos MARC para organizações (MARC Code List for Organizations) para obter uma relação de códigos da organização e códigos fontes de identificadores padrões para sistemas de códigos e identificadores padronizados. O subcampo $0 é repetível para diferentes números ou identificadores de controle.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aBach, Johann Sebastian. $4aut

$0(DE-101c)310008891

100

1#

$aTrollope, Anthony, $d1815-1882.

$0(isni)0000000121358464

710

2#

$aCalifornia Poets in the Schools (Project),

$eorganização emissora, $eeditora.

$0http://id.loc.gov/authorities/names/n85319780 $1http://id.loc.gov/rwo/agents/n85319780

$1 – Objeto do mundo real URI (R): ver descrição deste subcampo no apêndice A do MARC: Control Subfields. O subcampo $1 contém um URI que identifica uma entidade, às vezes referida como Coisa, Objeto do Mundo Real ou RWO (Real World Object), seja real ou conceitual. Quando referenciado, o URI aponta para uma descrição dessa entidade. Um URI que identifica um nome ou etiqueta para uma entidade está informada no $0.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aObama, Michelle, $d1964-

$0http://id.loc.gov/authorities/names/n2008054754

$1http://viaf.org/viaf/81404344

100

0#

$aSanta Claus

$0http://id.loc.gov/authorities/names/no2015039717

$1http://dbpedia.org/resource/Santa_Claus

700

1#

$aJemison, Mae, $d1965-

$0http://id.loc.gov/authorities/names/n95004729

$1http://id.loc.gov/rwo/agents/n95004729

$2 – Fonte do cabeçalho ou termos (NR): código MARC que identifica a lista de fontes à qual foi atribuído o cabeçalho. Para os campos 100, 700, 800, o cabeçalho de nome ou nome-título, é código de: Código-Fonte de Autoridade para Nomes e Títulos (Name and Title Authority Source Codes). As fontes para nome e título identificam bancos de dados e listas contendo a padronização de nomes pessoais, organizações, famílias e eventos, além da padronização de títulos para recursos e atribuição de códigos para cada banco de dados ou lista. O objetivo desta lista é permitir que a fonte de uma forma autorizada de nome ou título de recurso nos registros de metadados seja indicada por um código. Para atribuição de código, estrutura geral, usos e diretrizes de manutenção, ver Fonte de Códigos para Vocabulários, Regras e Esquemas (Source Codes for Vocabularies, Rules, and Schemes).

Algumas listas de cabeçalho de assunto também incorporam nomes e títulos. Portanto, as listas de códigos atribuídos pelo Subject Heading and Term Source Codes, também podem ser usadas na identificação para nomes e títulos, se apropriado. Muitas das fontes de assunto que informam nomes e títulos, juntamente com os assuntos, são repetidas nesta lista com os mesma fonte de código. Outras listas de cabeçalhos de assuntos, como o Cabeçalho de Assunto da Biblioteca do Congresso (Library of Congress Subject Headings), empregam listas de nomes e títulos independentes para partes de um cabeçalho de assunto. Assim, as fontes de atribuição dos códigos, nesta lista, também podem ser usadas para identificação dos assuntos no Subject Heading and Term Source Codes, se apropriado.

Para o campo 600, o subcampo $2 é usado apenas quando a posição do segundo indicador contém o valor 7 (fonte especificada no subcampo $2) e contém um código de: Fonte de códigos para cabeçalho de assunto e termos (Subject Heading and Term Source Codes).

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aZhao, Yingzhu.

$0http://id.loc.gov/authorities/names/n2013039662

$2naf

600

17

$aNixon, Richard M., $d1913- $2henn

700

1#

$aBeethoven, Ludwig van, $d1770-1827.

$tVeränderungen über einen Walzer

$0http://id.loc.gov/authorities/names/n81127885

$2naf

$3 – Materiais especificados (NR) [600/700/800]: parte dos materiais descritos à qual o campo se aplica. 

$5 – Instituição ao qual o campo se aplica (NR) [700/800]: ver descrição deste subcampo no apêndice A: Control Subfields. Código MARC para instituição ou organização que informa a cópia para a qual os dados no campo se aplicam. Os dados no campo podem não se aplicar à descrição universal do item ou podem ser aplicados universalmente ao item, mas são de interesse apenas para a localização citada. Ver MARC Code List for Organizations para uma lista de fontes usadas nos registros do MARC 21.

Etq

Ind

Subcampos

710

2#

$aBridgewater Library, $dformer owner. $5NjP

700

1#

$aKissinger, Henry, $d1923- $5DLC

$6 - Ligação (NR): dados que vinculam campos que são distintas representações textuais entre si. O subcampo $6 pode informar o número da etiqueta de um campo associado, um número de ocorrência, um código que identifica o primeiro texto encontrado em uma varredura da esquerda para a direita do campo e uma indicação de que a orientação para a exibição dos dados do campo é da direita para esquerda. Um campo regular (não 880) pode ser vinculado a um ou mais campos 880 nos quais todos contenham representações textuais distintas dos mesmos dados. O subcampo $6 está estruturado da seguinte forma:

$6 [linking tag]-[occurrence number]/[script identification code]/[field orientation code]

$6 [etiqueta de ligação]-[número de ocorrência]/[código de identificação textual]/[código de orientação do campo]

 

O subcampo $6 é sempre o primeiro subcampo no campo.

Descrições de modelos de registros textuais variados, com exemplos, estão em Registros textuais variados; as especificações para o campo 880 estão sob esse campo; especificações para conjuntos de caracteres e repertórios para localização textual em MARC 21 Specifications for Record Structure, Character Sets, and Exchange Media.

Etiqueta de ligação e número de ocorrência - A parte da etiqueta de ligação ou vinculação informa o número da etiqueta do campo associado. Esta parte é seguida imediatamente por um hífen e a parte do número de ocorrência de dois dígitos. Um número de ocorrência diferente é atribuído a cada conjunto de campos associados em um único registro. A função de um número de ocorrência é permitir a correspondência dos campos associados (não sequenciar os campos no registro). Um número de ocorrência pode ser atribuído aleatoriamente para cada conjunto de campos associados. Um número de ocorrência com menos de dois dígitos é justificado à direita e a posição não utilizada contém um zero.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$6880-01 $a[Cabeçalho em texto latino]

100

1#

$6880-01 $a[Nome na escrita chinesa]

$7 – Controle de subcampo (NR) [800]: até duas posições de caracteres (designadas 0 e 1) que indicam características especiais da entrada vinculada. Como as definições dos códigos no subcampo $7 dependem da posição do caractere em que ocorrem, a codificação de qualquer posição do caractere exige que cada posição anterior contenha um código ou o caractere de preenchimento (|); posições de caracteres sucessivas não precisam ser usadas.

/0 - Tipo de registro: Código indicando o tipo de registro para o item relacionado. O código é o mesmo do Lider/06 (Tipo de registro) no registro para o item relacionado.

a

Language material (Material textual)

c

Notated music (Música impressa)

d

Manuscript notated music (Música manuscrita)

e

Cartographic material (Material cartográfico)

f

Manuscript cartographic material (Material cartográfico manuscrito)

g

Projected médium (Material projetado)

i

Nonmusical sound recording (Gravação sonora não musical)

j

Musical sound recording (Gravação sonora musical)

k

Two-dimensional nonprojectable graphic (Material gráfico bidimencional não projetável)

m

Computer file (Arquivo de computador)

o

Kit

p

Mixed material (Material misto)

r

Three-dimensional artifact or naturally occurring object (Artefatos tridimensionais e realia)

t

Manuscript language material (Material textual manuscrito)

 

/1 – Nível Bibliográfico: Código indicando o nível bibliográfico do item relacionado. O código é o mesmo do Líder/07 (Nível bibliográfico) no registro para o item relacionado.

a

Monographic component part (Analítica de monografia)

b

Serial component part (Analítica de periódico)

c

Collection (Coleção)

d

Subunit (Sub-unidade)

i

Integrating resource (Recursos integrado)

m

Monograph/item (Monografia/item)

s

Serial (Periódico)

 

$8 – Ligação de campo e número de sequência (R): ver descrição deste subcampo no apêndice A: Control Subfields. Identifica campos vinculados e, também, pode propor uma sequência para os campos vinculados. O subcampo $8 pode ser repetido para vincular um campo a mais de um outro grupo de campos. A estrutura e a sintaxe do link do campo e do subcampo do número de sequência são:

$8 [linking number].[sequence number][field link type]

$8 [número de ligação].[número de sequência][tipo de ligação de campo]

Número de ligação

(Linking number)

é o primeiro elemento de dados no subcampo e necessário se o subcampo for usado. É um número inteiro de tamanho variável que ocorre no subcampo $8 em todos os campos a serem vinculados. Os campos com o mesmo número de vinculação são considerados vinculados.

Número de sequência (Sequence number)

é separado do número de ligação por um ponto "." e é opcional. É um número inteiro de tamanho variável que pode ser usado para indicar a ordem relativa de exibição dos campos vinculados (números de sequência inferiores exibidos antes dos mais altos). Se usado, deve ocorrer em todos os subcampos $8 que contêm o mesmo número de ligação.

Tipo de ligação do campo

(Field link type)

é separado dos dados anteriores por uma barra invertida "". É um código que indica o motivo do link e segue o número do link, ou número de sequência, se presente. O tipo de link do campo é obrigatório, exceto quando $8 é usado para vincular e sequenciar os campos de holdings 85X-87X. Os seguintes códigos de tipo de ligação de campo de um caractere foram definidos no MARC para uso no subcampo $8:

Convenções de Entrada

Cabeçalhos ambíguos – ver apêndice E: Ambiguous Headings. Listagem das categorias de cabeçalhos de entidades com uma indicação do tipo de campo e de cada etiqueta. As categorias marcadas como X00, X10, X11 e X30 pertencem aos tipos de campo nome pessoal, nome da entidade corporativa/coletiva, nome de evento e título, respectivamente. As categorias marcadas 651 são nomes jurisdicionais no campo 651, mas são nomes corporativos nos campos 110, 410, 710 e 810.

Pontuação – a pontuação dos subelementos de um cabeçalho é geralmente ditada pela catalogação descritiva ou regras dos sistemas/thesaurus dos cabeçalhos de assunto. Essas convenções de entrada esclarecem as práticas de pontuação do MARC. Os campos 100, 600, 700 e 800 terminam com uma marca de pontuação ou um parêntese de fechamento. Se os subcampos finais forem subcampo $0, $2, $3, $4 ou $5, a marca de pontuação ou parêntese de fechamento precede esses subcampos.

Etq

Ind

Subcampos

600

10

$aCapote, Truman, $d1924- $xCriticism and interpretation.

700

1#

$aEllington, Duke, $d1899-1974. $tSelections; $oarr. $f1986.

700

0#

$aThomas $c(Anglo-Norman poet). $tRoman de Tristan. $lEnglish.

100

1#

$aGrozelier, Leopold. $4art

A partição do nome de um cabeçalho de nome/título termina com uma marca de pontuação. A marca de pontuação é colocada entre citações finais. Uma parte do nome ou título seguido por uma subdivisão do assunto não termina com uma marca de pontuação, a menos que a parte do nome ou título termine com uma abreviação, iniciais/letras ou data aberta.

Etq

Ind

Subcampos

600

10

$aSavos'kin, A. N. $q(Anatolii Nikolaevich) $vBibliography.

600

10

$aTatlin, Vladimir Evgrafovich, $d1885-1953.

$tMonument to the Third International $xCopying.

600

00

$aAlexander, $cthe Great, $d356-323 B. C. $xArt.

Espaçamento – As iniciais/letras do nome pessoal adjacente ou uma abreviação para um nome e um nome adjacente ou iniciais/letras são separados por um espaço.

Etq

Ind

Subcampos

100

1#

$aHyatt, J. B.

100

1#

$aFlam, F. A. $q(Floyd A.)

700

1#

$aEnschedé, Ch. J.

100

1#

$aGorbanev, R. V. $q(Rostislav Vasil'evich)

Nenhum espaço é usado nas iniciais/letras que não representam nomes pessoais.

Etq

Ind

Subcampos

100

0#

$aCuthbert, $cFather, O.S.F.C., $d1866-1939.

100

1#

$aSharma, S. K., $cM.P.H.

Artigos iniciais – os artigos iniciais (por exemplo, La) que ocorrem no início do cabeçalho dos campos às vezes são omitidos (exceto quando a intenção é listar pelo artigo). Os artigos iniciais que ocorrem no início do título e/ou parte da partição da entrada adicional de um nome/título (isto é, campos 600, 700, 800), também podem ser omitidos. Quaisquer diacríticos e/ou caracteres especiais que ocorram no início dos campos são mantidos. Observe que esses caracteres geralmente são ignorados para fins de ordenamento ou listagem.

_______________

Indicação de leitura:

MARC 21: Formato internacional para dados bibliográficos/Trad. Margarida M. Ferreira. 3 ed. Marília:FUNDEPE, 2012.

X00 - Personal Names-General Information. MARC 21 Bibliographic, May 2019. Disponível em: https://bit.ly/32zh7h5


   74 Leituras


author image
FERNANDO MODESTO

Bibliotecário e Mestre pela PUC-Campinas, Doutor em Comunicações pela ECA/USP e Professor do departamento de Biblioteconomia e Documentação da ECA/USP.