TEXTOS GERAIS


  • Textos Gerais

MANIFESTO DA ABECIN

  • Autor não informado
  • Maio/2016

A Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação – ABECIN manifesta sua posição contra as tentativas de restrição à liberdade de manifestação e ao direito de acesso à informação e comunicação pela sociedade brasileira. Inicialmente, a tentativa deliberada das operadoras de banda larga fixa em adotarem franquias de dados no acesso à internet. Em segundo, a medida judicial adotada para bloqueio do acesso e uso do aplicativo WhatsApp. Fato este causador de “caos social” na atividade de troca de informações e de comunicação. Ambas as situações são decisões que minam direitos sociais. Assim, não pode ser aceitável que decisões monocráticas ou de grupos econômicos possam prejudicar a coletividade de usuários de um bem comum no qual a internet se tornou, a exemplo dos serviços de energia elétrica ou do abastecimento de água. Da mesma forma, instituições de informação registrada, de memória ou do patrimônio cultural (bibliotecas, arquivos e museus) não podem ser também prejudicadas em sua missão de disseminar e preservar conhecimentos, agora incluindo meios digitais. É importante aprimorar o debate regulatório entre a sociedade e o poder público no uso das tecnologias de informação e comunicação, com observância do bem-estar comum, das liberdades e dos direitos civis (que envolvem segurança e privacidade), fatores de fortalecimento da democracia.


   70 Leituras


author image
Seção Mantida por OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.