GERAL


NÚMERO DE BOLSAS DE DOUTORADO DA CAPES CAI PELA PRIMEIRA VEZ DESDE 2007


  • O número de bolsas de doutorado acadêmico financiadas pela Capes, que quintuplicou de valor entre 2000 e 2018, de 8.801 para 44.530, caiu para 43.327 (-2,7%) em 2019, primeira queda desde 2007
  • No caso de São Paulo, a queda foi maior e vem ocorrendo desde 2017, quando atingiu o máximo de 12.595 bolsas. Em 2018 foram financiadas 12.384 bolsas pela Capes no estado e, em 2019, 11.605, com queda acumulada de 7,9% entre 2017 e 2019
  • A participação de São Paulo, que era de mais de 50% no início do século, caiu abaixo de 40% em 2003 e depois para menos de 30% em 2010. Desde então, São Paulo vem mantendo participação em torno de 28%

 

São Paulo mantém a liderança em bolsas, alunos e títulos concedidos

  • São Paulo foi destino, em 2019, de mais do que o dobro de bolsas de doutorado da Capes (11.605) do que o próximo estado, Rio de Janeiro (5.197)
  • As bolsas da Capes em São Paulo representaram 29% do número de alunos de doutorado matriculados no estado, de 40.010, em 2019, valor próximo ao da média nacional, que foi de 30%
  • O número de estudantes de doutorado no estado representou 28% do total do país (142.375), e o de titulados, de 7.257, 30% do total (24.280), em 2019

 


Fonte: Pesquisa FAPESP. Ano 21, n. 298, p. 11, dez. 2020

   119 Leituras


Próximo Ítem

author image
NÃO LI, MAS GOSTEI
Setembro/2021

Ítem Anterior

author image
REPERCUSSÃO DE REVISTAS PREDATÓRIAS
Agosto/2021



author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.