QUAL SUA EXPERIÊNCIA COM LEITURA?


A EXPERIÊNCIA COM LEITURA DE MARILUCIA BERNARDI - BIBLIOTECÁRIA

Minha relação com a leitura remete aos 7 anos de idade, então cursando o 1° ano do primário, no Grupo Escolar Marcos Gasparian, em Jundiaí. Minha professora Armênia percebeu que eu gostava de ler, conseguindo aprender muito rápido e, por conta disso, fui escolhida, juntamente com outros dois colegas, para fazer uma leitura na apresentação de final de ano, para os pais. Essa atividade se chamava “Minha primeira leitura”. A partir daí, fui gostando de língua portuguesa e lendo cada vez mais. Comecei a ganhar livros, pequenos, de presente. O livro ganho na escola para a apresentação, não me lembro mais, infelizmente, do título, mas o segundo livro, ganhei de uma vizinha e se chamava O príncipe e a plebeia, uma história triste com final feliz. 

Meus pais não tinham condições de me comprar livros, porém num determinado natal me presentearam com o livro A lhama Gracinha, que adorei e cheguei a dormir com o livro debaixo do travesseiro. Tempos depois, me deram Alice no país das maravilhas. Fiquei encantada, pois além da história ser diferente das que eu conhecia, até então, o colorido e a beleza das fotos me fascinaram. 

Já, ou ainda, com meus quase 10 anos, meu pai permitiu que eu iniciasse a leitura do jornal que ele comprava durante a semana, Folha de SPaulo. Amei! Adquiri esse prazer, o qual tenho até hoje (não gosto do jornal on line). A partir de minha iniciação à leitura de jornal, meu pai me perguntava sobre determinadas notícias e era uma grande, boa e importante oportunidade para conversarmos. Após meus deveres de casa, sentava, lia e já vinham as perguntas. Tempo adorável... Nessa época também, travei os primeiros contatos com a literatura de Monteiro Lobato. O primeiro livro que li dele foi Reinações de Narizinho. 

No colegial, como já havia demonstrado gosto e facilidade para a leitura, além de tirar boas notas na disciplina, minhas professoras me indicavam leitura e também emprestavam seus livros. E, quanto mais eu lia, mais eu queria.

Obviamente, houve épocas em que a leitura se escasseava, devido a inúmeros fatores, tais como: trabalho, namoro, tarefas domésticas, etc., porém nunca perdi o prazer e a vontade de ler. Por outro lado, à medida que comecei a trabalhar como bibliotecária, as oportunidades, necessidades de leitura reapareceram e desde então não parei mais. 

Certa vez, em 2004, lendo uma matéria de jornal a respeito de leitura no Brasil, onde o principal ponto era a baixa quantidade de livros lidos pelo brasileiro, pensei em quanto era a minha média de leitura anual, sendo difícil lembrar de quantos e quais havia lido. A partir de então anoto, bibliograficamente, cada livro que leio. Isso ficou bem interessante pois, além de poder saber, com exatidão, qual a minha performance, permite retomar a leitura de algum livro mais antigo, possibilitando ainda que eu dê sugestão para outras pessoas, com base nessa lista. Com o passar dos anos, lógico também, que o tipo de leitura muda, os interesses se aprimoram, mas o prazer só aumenta.

Uma peculiaridade que não se alterou até o momento foi o meu desejo pelas biografias. Desde a primeira que li, que foi a de José de Alencar, após a leitura, obrigatória na escola, do livro O tronco do ipê. Amei e cada vez mais procuro por esse gênero. A última que li, agora em fevereiro, foi a de Sophia Loren. Outros livros que me atraem muito são os que se tornaram filmes. Muitas vezes só leio e não os assisto. 

Pra mim leitura é viagem, lazer, necessidade, privilégio, aprendizado, enorme prazer, divertimento, me faz diferente, me transforma, me apaixona, me traz variados sentimentos e emoções... enfim, leitura pra mim é VIDA.


   93 Leituras


author image
OSWALDO FRANCISCO DE ALMEIDA JÚNIOR

Professor associado do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília. Doutor e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. Professor colaborador do Programa de Pós-Graduação da UFCA- Cariri - Mantenedor do Site.